Troll anti-corporativo: Como lidar com este feedback “negativo”.

Ontem(17/02) falamos um pouco sobre os ::aqui(“https://www.midiatismo.com.br/o-marketing-digital/troll-anti-corporativo-esteja-preparado-para-a-parte-ruim-da-presenca-online”,”Trolls anti-corporativos”)::, aquele sujeito que fica online procurando modos de atormentar os ::tag(“blog-corporativo”,”blogs corporativos”):: de diversas empresas. Uma questão que deixamos para esclarecer em um post é justamente como lidar com estas criaturas e evitar uma dor de cabeça sem necessidade.

Existem várias formas de evitar estas “criaturas” da web, para isto basta seguir algumas dicas que vamos listar aqui.

Para começar a “batalha”, modere os comentários:

Boa parte das manifestações destas criaturas conectadas se da através dos comentários em ::tag(“blog-corporativo”,”blogs corporativos”)::, então o primeiro grande passo e moderar os comentários.

Para começar você deve ter um bom sistema anti-spam, para evitar de ficar recebendo mensagens indesejadas em línguas que você nunca ouviu falar.

Uma boa forma de conseguir moderar de forma eficiente é utilizando os sistemas de comentários, como o ::aqui(“http://intensedebate.com/”,”Intense Debate”):: (que usamos aqui no Midiatismo) e o ::aqui(“http://disqus.com/”,”Disqus”)::. Falando nisto, alguns dias atrás surgiram rumores de que o ::ta(“facebook”,”Facebook”):: estaria trabalhando em um sistema semelhante. O bom é que a maioria destes sistemas podem ser usados em diversas plataformas, basta dar uma procurada.

Dica: Procure sistemas que ofereçam integração com outros serviços e que utilizem os “social login”(login com conta do ::tag(“facebook”,”Facebook”)::,::tag(“twitter”,”Twitter”)::, etc), assim facilita para os visitantes normais e “afasta” os trolls.

Segundo passo, não ataque, aprenda a se defender:

Para se relacionar com estes monstrinhos é muito importante saber como lidar com eles.

"Não alimente o troll"

"Não alimente o troll"

Podemos dizer que cada caso é um caso nesta situação, mais é importante saber que atacá-lo (principalmente xingá-lo) é o que ele mais espera, então evite partir para o ataque tão diretamente.

Mas se não pode atacar, precisa só se defender? Não necessariamente, uma boa defesa também pode ser uma forma de ataque.

Escolha bem suas palavras e responda de forma educada, mas tentando fazer com que aquele comentário maldoso fique sem resposta. Não tente parecer melhor ou mais inteligente, atenha-se a responder as críticas, que as vezes podem inclusive ajudar a tirar dúvidas de outros possíveis consumidores e afastar alguns outros trolls.

Dica: Não ignore um troll, isso vai fazer com que ele mantenha a mesma brincadeira em diversos posts e pode trazer uma imagem ruim para o blog.

Deixe claro as possibilidades, esteja protegido:

Para evitar críticas desnecessárias e confusões generalizadas, é importante saber a hora de marcar um comentário como spam e/ou deletá-lo.

Nestes casos é interessante o ::tag(“blog-corporativo”,”blog corporativo”):: ter disponível uma política de comentários e sempre que houver um “troll” tentando estragar a brincadeira, você pode “aprovar” o comentário, mas na verdade editá-lo para que mostre apenas qual “regra” ele desrespeitou, dessa forma você ajuda os outros leitores a visualizar as regras de comentários.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail