Qual você considera a ferramenta de marketing digital mais essencial? #postcolaborativo

Na última semana fizemos mais um #postcolaborativo, algo que não eu não fazia por aqui desde Dezembro de 2011. Dessa vez fizemos apenas com quem assina a nossa newsletter, e confesso que gostei do resultado. Em breve devo fazer novamente, portanto se você tiver interesse em participar não deixe de assinar a nossa newsletter!

Bom, desta vez o #postcolaborativo fez uma pergunta que até parece simples de responder, mas geralmente é bem complicada. “Qual você considera a ferramenta de marketing digital mais essencial?“. Sabemos que a grande maioria das empresas no Brasil se encaixam na categoria de PME (Pequena e Média Empresa), ou seja, não estamos falando de grandes investimentos de milhares de reais, estamos falando de empresas que nunca tiveram qualquer experiência com a internet, estão começando nela ou pensam em investir. Sabemos que estas empresas não querem sair de cara investindo tudo que podem, fazem com calma e esperança.

Pensando neste contexto, que é a realidade da grande maioria das empresas brasileiras, perguntei as nossos assinantes da newsletter o que pensam sobre o assunto.

Entre as respostas recebidas parece que o mais essencial mesmo são as mídias sociais, pelo menos de acordo com os nossos leitores. Eu pessoalmente também acredito que este é um dos caminhos mais interessantes hoje.

O Afonso acha que a utilização do Facebook é indispensável: “Hoje em dia é impossível pensar em marketing digital sem pensar em Facebook. Pois é o relacionamento B2C que, de fato, traz bons frutos. Logicamente que a longo prazo, mas relacionamento é a chave para o sucesso de uma campanha digital. E a melhor ferramenta para isso é o Facebook, indiscutivelmente.“. Concordo bastante com esta opinião, mas o Afonso também comentou que o “[Facebook] é uma ferramenta coringa, que traz resultados a curto, médio e longo prazo“, o que eu discordo um pouco, já que o começo em qualquer mídia social geralmente é complicado, mesma para empresas de médio ou grande porte.

Já para algumas pessoas o mais essencial são outras ferramentas, como o Email Marketing e SEO. Para o Fernando o SEO, “além de gerar um tráfego qualificado, o SEO dá a chance ao agente de mensurar e melhorar o trabalho conforme a necessidade.“, o que em parte é verdade, mas eu pessoalmente acho que o SEO depende do interesse do cliente de ter um bom site e provavelmente da produção de conteúdo, que algo essencial, mas aplicado por uma minoria.

Para o Daniel é site continua sendo a ferramenta mais essencial, funcionando como base para qualquer outra ação. “No mínimo o site é uma ferramenta em que o visitante encontra diversas informações sobre a empresa e é uma maneira fácil de manter contato“. Obviamente o site é uma das ferramenta mais essenciais mesmo, afinal, na grande maioria das outras ações você vai precisar de um site de apoio. Mas hoje em dia é comum qualquer empresa ter um site, por menor que ela seja. E com tantas ferramentas de criar um site gratuito online, não é difícil mesmo a pessoa ter pelo menos o básico.

Mas no contexto atual, eu acho que o comentário da Maria Laura é o que apresentou melhor a situação. O comentário dela é referente a uma experiência pessoal na empresa onde ela trabalha, que atua como uma franquia de acessórios. Ela comenta que utilizaram bastante o Facebook no começo, mas que viu uma grande vantagem na utilização do Instagram, já que boa parte de seu público era feminino e interagia muito mais com a empresa através do serviço de compartilhamento de imagens.

O Instagram para a moda dá um resultado fenomenal porque a mídia está 24 horas com a consumidora. A mulher é muito mais ativa na internet, adora tirar fotos e compartilhar. No começo nós mesmos gerávamos conteúdo (fotos). Agora, são as clientes que geram, pois vão até a loja, compram, marcam a nossa loja e compartilham porque querem aparecer no nosso perfil.

Como podem ver, não existe o unicórnio, aquela coisa ‘mágica’. Tudo depende de estratégia e de contexto. Nesta questão que apresentamos as opiniões diferem bastante. Eu, assim como a maioria que respondeu, acredito que o caminho hoje está nas mídias sociais, não exatamente nas populares, mas em alguma que o seu público faça parte. A vantagem das mídias sociais está na simplicidade, geralmente sem custos de construção, mas sim na manutenção.

Fique ligado em nossa newsletter e participe do próximo #postcolaborativo!

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail