Pagar ou aceitar a publicidade?

Uma recente pesquisa com internautas mostrou que dos entrevistados, 55% preferiam aceitar a publicidade a ter que pagar por um serviço. Essa pesquisa provavelmente se originou dos vários boatos sobre a possibilidade de Twitter, Facebook e até pouco tempo atrás, do Orkut, que tais serviços se tornariam pagos. Mesmo sendo uma estratégia arriscada para qualquer rede social de sucesso, o Facebook já teria se pronunciado que seria gratuito para sempre e o Twitter até agora não demonstra nenhuma intenção em tornar o serviço pago.

Apesar de a publicidade estar perdendo sua popularidade, os internautas mostraram que ainda preferem aceitar que serviços de web vendam espaço publicitário a ter que pagar pelos mesmos serviços. Outra pesquisa que fortaleceu ainda mais esta afirmação é sobre a possibilidade de pagar pelo Twitter. Como já esperada a resposta foi não. De todos entrevistados na pesquisa, 49% diziam já ter utilizado o serviço e 0% mostrou interesse em pagar por tal serviço.

A mesma pesquisa mostrou que, quando questionados sobre a qual a fonte de informação mais importante, 78% apontaram a Internet, 68% a TV e 56%, os jornais. E de todos estes, 18% dos entrevistados admitiram ter cancelado uma assinatura de jornal por causa da Internet. Vemos então uma tendência muito questionada, a migração dos impressos para a internet. Levando em conta que os internautas preferem a publicidade a ter que pagar pelo conteúdo, concluímos que a publicidade dentro da web tem muito para crescer, principalmente a publicidade não tradicional. Provavelmente você, ou alguém que você conheça, já reclamou dos banners clássicos, dos pop-up irritantes ou das propagandas que você nem percebe.

Depende muito do valor que você teria que pagar e/ou a quantidade de publicidade que você teria que “aceitar”, mas de um modo geral…

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail