Por que e como a NASA usa tão bem as mídias sociais?

Depois de passar pela corrida espacial e a temida Guerra Fria parece que nada mais anima as pessoas a enxergarem o espaço da mesma forma. Diversas pesquisas e explorações mostraram que não há nada tão perigoso lá fora (por enquanto) e não há vida perto o suficiente para valer os bilhões em investimentos (mas talvez há minerais). 21/12/2012 não vai acontecer nada demais, não se preocupe também.

O fato é que essa falta de esperança no espaço tirou o interesse do grande público, que já esta bem servido de filmes de Hollywood e videogames super realistas. Os governos, que geralmente são quem financia estes projetos espaciais, estão perdendo interesse na medida em que acham poucas novidades lá fora (levando em consideração os custos destes projetos). Não me levem a mal, sou um grande entusiasta do espaço, mas a realidade é que este brinquedo é caro demais para se brincar.

Conhecendo isso vamos analisar a realidade. A internet possibilitou que as pessoas se conectassem e compartilhassem o seu conhecimento com o espaço. A NASA, que não é boba, percebeu que grande parte de seus fãs estavam usando essa mídia. Então por que não utiliza-lá para tentar voltar à cena?

Ela não é apenas mais um órgão americano, é uma entidade reconhecida e louvada por seus importantes trabalhos espaciais e nos últimos anos tem voltado a estar na mídia principalmente por seu ótimo trabalho na internet, seja criando os mais básicos sites e blogs, como criando parceria com serviços populares para interagir com todos, como no caso do primeiro checkin do Foursquare no espaço e mais recentemente o primeiro checkin em Marte, feito pelo Rover Curiosity.

Primeiro checkin em Marte.
Clique para ampliar.

Eles estão definitivamente mostrando como uma marca (porque sim, a Nasa é uma marca como qualquer outra) pode usar a internet para interagir com os seus milhares de fãs, inovando em soluções criativas para demostrar valor e formas de aproximar o espaço – e seus mistérios – dos seres humanos comuns.

O Curiosity, mais recente investida espacial da Nasa a Marte transcendeu o conceito de robô. Ele tinha nome, tem personalidade, tem meme e tem até perfil falso no Twitter.

O Curiosity em Marte e o checkin no espaço

A utilização do Foursquare como meio de compartilhar os locais que você frequente esta se difundindo na nossa cultura. Não querendo dizer que o Foursquare é um enorme sucesso como Facebook, porque realmente não é, mas a sua cultura de “compartilhar onde eu estou” se espalhou e viu diversos outros serviços surgirem ou adotarem funcionalidades semelhantes.

A chegada do Curiosity a Marte mostrou que esta cultura esta ainda mais longe do que podemos imaginar. No último dia a Nasa deu o primeiro checkin interplanetário do Foursquare, tornando o Rover (podemos simplificar como um robô em formato de carro) o primeiro prefeito de um planeta inteiro.

Lembrando que meses atrás tínhamos visto o primeiro astronauta a dar checkin no espaço!

Primeiro checkin no espaço.
Clique para ampliar.

O reflexo de uma nova forma de consumir conteúdo

As pessoas que se interessam por ciência espacial querem saber mais informações dos projetos da Nasa, querem interagir, querem fazer parte. A Nasa não vai transformar o seu trabalho em código aberto – pelo menos não totalmente. Mas as suas recentes investidas mostram o grande interesse das pessoas em consumir os conteúdos desta organização.

Não importa se estamos falando de exemplos de relatórios de erros; Pedaços do código fonte do Curiosity; Especificações técnicas da tecnologia utilizada; Entre outras coisas.

Tudo isto vem em diversos formatos. Comunicados oficiais; Posts de entusiastas; Discussões públicas entre astronautas; Podcasts de ciência espacial; Vídeos oficiais no Youtube; Vídeos amadores no Youtube; Ou seja, este conteúdo esta sendo consumido e compartilhado de uma forma bem diferente do que era antes.

A cultura da Nasa respinga na cultura pop da internet

Você nem precisa frequentar o 4Chan ou o 9Gag para ver piadas relacionadas diretamente ou indiretamente com a recente – e popular – investida do Curiosity a Marte.

Montagens, tirinhas, piadas, reflexões, imagens falsas, vale tudo.

Alguns exemplos de páginas e projetos em andamento

Sabemos que além do Curiosity, que está em Marte, a Nasa ainda tem diversos outros projetos ativos e que tem muita informação sendo divulgada. Portanto deixo aqui alguns perfis oficiais e não oficiais que mostram como o conteúdo desta organização está se espalhando pelo mundo.

Página da NASA no Foursquare

Página com todas as missões da NASA

Canal oficial do Youtube da NASA

Instagram do Curiosity?

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail