Marketing na linha do tempo do Facebook. Isso pode?

A linha do tempo do Facebook chegou faz algum tempo, a maioria dos usuários já deve ter recebido e estar usando. A nova “capa” do seu perfil agora organiza todas as informações de forma cronológica, criando exatamente uma “linha do tempo” da sua vida.

Além das publicações do mural, como sempre teve, agora quando alguém visualizar o seu perfil vai ter uma “Cover Image” (ou “Image de Capa“) e também um rápido resumo do usuário, que até já está virando cartão de visita.

A questão que fica com toda essa novidade chegando a todos os usuários é: “Será que podemos utilizar o novo visual do perfil como uma ferramenta de promoção?” Observação!  Lembrando que empresas não devem (e nem podem) ter perfil, devem usar as fan pages.

A imagem da capa, que recomenda-se usar o tamanho 850 pixels de largura por 315 de altura, fica no topo da página Com certeza vai ser o que mais vai chamar atenção quando a pessoa acessar o seu perfil, não apenas pelo tamanho, mas pelas cores e imagens que geralmente são diferentes do convencional do Facebook.

Quando a discussão em relação a possibilidade ou não de usar a imagem de capa como ferramenta de marketing surgiu, resolvi dar uma procurada em outros blogs e sites para ver se alguém já tinha feito uma pesquisada mais profunda sobre o assunto. Encontrei no blog da Mari Smith. Mari comenta que pesquisou no fórum de ajuda e nos termos de uso e não encontrou nenhuma referência direta a imagem de capa.

Mas eu tentar adicionar a imagem de capa da sua linha do tempo pela primeira vez, a seguinte mensagem aparece:

Ao que tudo indica, você não poderá utilizar o seu perfil como mídia, ou seja, não é possível você vender a “imagem de capa” (ou qualquer parte do seu perfil) para um anunciante. Mas se formos analisar bem, não fica claro se você pode se auto-promover através do mesmo. No fundo o Facebook não quer deixar você fazer isso porque é exatamente o que ele vende para os anunciantes, mas quem fica com o dinheiro são eles.

A Mari lembrou em seu post que desde muito tempo já existe nos Termos de Uso do Facebook a seguinte parte:

“Artigo 4.4: Você não deve usar seu perfil pessoal para seu próprio ganho comercial (como a venda de sua atualização de status para um anunciante).”

Então podemos dizer que a resposta para a pergunta do título é “Até pode, mas…“. Mais uma vez buscando o que a Mari disse em seu post, onde ela comenta que fez um “banner” de seu livro e o deixou na capa do seu perfil no Facebook. Resultado? Ninguém reclamou, ninguém falou nada.

O que podemos concluir é que enquanto você não usar para expor uma marca que não seja sua, talvez você possa deixar lá sem maiores problemas.

Lembrando que alguns dias atrás apareceu uma das primeiras ações usando o espaço da “Linha do Tempo” como ferramenta de promoção. O perfil, criado pela Autoridade Anti-Drogas de Israel, mostra em paralelo a vida de uma pessoa com e sem drogas, vale a pena dar uma olhada. Acesse facebook.com/Antidrugstimeline.

Este caso mostra como o uso criativo pode chamar bastante atenção da mídia em geral, apesar de não ter certeza quanto tempo ele vai ficar online. Provavelmente até que o Facebook cumpra a sua regra e delete o perfil, justamente por não se tratar de uma pessoa real. Quem sabe eles já tenham visto, mas preferiram deixar.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail