Comércio eletrônico para pequenas empresas

Pequenas empresas também podem fazer negócios online. O e-commerce é mais simples do que parece. Da mesma forma que pessoas abrem pequenas empresas, na internet já têm gente criando pequenos negócios com ajuda do Mercado Livre, Orkut e até com ferramentas mais específicas, como o Elo7.

Não é de hoje que as pessoas perceberam que a internet oferece um ótimo mercado para vendas, principalmente em públicos segmentados.

Em alguns casos, uma loja física não consegue atrair os consumidores, além de também restringir o seu público a uma cidade/região. A busca pelas pequenas ferramentas de comércio eletrônico possibilita qualquer um que tenha algo para vender em um micro empresário. Entre as diversas vantagens do público segmentado, as empresas não precisam de espaço físico e isso elimina diversos custos fixos, como aluguel e contas de água e luz.

Para o consumidor, o comércio eletrônico tem vantagens e desvantagens. A comodidade e variedade que você encontra ao ter acesso a várias lojas do mundo todo fazem o comércio eletrônico crescer. O “problema” deste novo tipo de comércio ainda é a confiança, afinal, não podemos comprar coisas sem antes saber a procedência e/ou se irá mesmo receber o que pediu. Existem diversas maneiras de se evitar isso, sendo a mais comum o uso de Mercado Pago, serviço oferecido pelos mesmos donos do Mercado Livre e que ajudam vendedor e comprador a ter mais segurança e comodidade na hora da troca.

Uma das desvantagens do e-commerce em relação ao comercio tradicional (vejo muitos consumidores reclamado) é a falta do toque pessoal, a necessidade em que a maioria de nós sente de testar com as próprias mãos e qualquer empresa que pretenda vender bem dentro da internet deve saber “driblar” essa desvantagem, oferecendo fotos e vídeos onde o produto é demonstrado, além de deixar a possibilidade de haver comentários e recomendações.  Obviamente nenhuma dessas alternativas vai substituir a opção de a pessoa testar pessoalmente e por isso que é importante oferecer o maior número de informações para o cliente.

Seja qual for o tamanho da empresa, ela sempre pode usufruir do comércio eletrônico e em muitos casos, ser muito melhor que um estabelecimento físico.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail