A cauda longa (ou longa tail) aplicada ao SEO e SEM

Para quem não conhece, a cauda longa (ou long tail) é um termo muito interessante de estatística, muito utilizado para explicar estratégias de empresas no trabalho com público segmentados.

A idéia é, de forma resumida, mostrar que a estratégia de produto de uma empresa vai se encaixar de alguma forma no gráfico abaixo, onde mostra que as empresas podem estar concentradas no começo ou no final “da cauda”.

O incrível deste conceito é que ele pode ser aplicado de várias formas ao mercado, inclusive podemos usa-lo para construir e definir uma estratégia de SEO e SEM.

Podemos focar em palavras chave com longo alcance e pouca segmentação ou investir em termos mais segmentos, com poucas visualizações, mas que podem apresentar uma taxa maior de conversão.

Vamos analisar o gráfico do dinossauro que ilustra melhor o conceito da cauda longa para entender melhor como podemos aplicar esta teoria para as palavras chave (que pode ser em uma estratégia de SEO e SEM).

Do mais genérico e maior até o mais específico e menor.

No começo do dinossauro gráfico podemos considerar as palavras chave mais comuns, elas vão ter uma visibilidade muito maior (número de impressões), mas vão estar um forte concorrência e por isso é possível que a taxa de CTR (porcentagem de cliques em relação ao número de visualizações) não atinja um percentual tão alto.

Na medida que você vai segmentando cada vez mais as palavras escolhidas (e a causa vai alongando), você tem menos visualizações em cada palavra, mas também tem menos concorrência. O fator ser bem focado e ter pouca concorrência vai ajudar aqueles termo a ter uma conversão maior (porcentagem de CTR melhor).

Em resumo, a utilização da cauda longa ao SEO e SEM nos mostra que as vezes pode ser mais vantajoso para o profissional investir um pouco em cada uma de várias palavras ao invés de investirmos grandes valores em poucas palavras.

A questão levantada agora é saber qual é realmente a melhor estratégia para a sua campanha, portanto é o trabalho de quem está planejando estes gastos saber a melhor estratégia a adotar.

Neste artigo do Imasters você vai ter uma boa leitura complementar sobre o assunto.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail