10 dicas para fazer o blog da sua empresa não ser apenas mais um:

Os blogs são uma grande ferramenta de comunicação e posicionamento de marca dentro da web. Neste espaço as empresas podem compartilhar um pouco de seu conhecimento, atraindo mais possíveis consumidores, e neste mesmo espaço esta empresa pode criar uma identidade mais forte, tendo mais ligação com os consumidores que a acompanham por ali.

Apesar de o blog de dado espaço as outras mídias sociais que surgiram nos últimos tempos, como Twitter e Facebook, o blog continua tendo um papel fundamental na parte de relacionamento com o cliente, mas também na parte de posicionamento nos buscadores. Portanto resolvemos trazer aqui 10 dicas para quem tem ou pretender ter um blog para a sua empresa ou na qual trabalha.

1 – Utilize subdomínio, mas pode ser subdiretório também:

Antes de começar a ter um blog você deve saber como ele será identificado e como será o seu domínio, é interessante ele ter o seu próprio nome (sua própria identidade). Grandes especialistas indicam você a criar um sub-domínio de seu site principal, como por exemplo, “blog.meusite.com.br“, apesar de que a ideia de usar como sub-diretório (www.meusite.com.br/blog) também é muito bem vista e não tem uma grande diferença em termos de SEO.

Esta preocupação não é apenas visual, mas também não deve ser apenas pensado nos buscadores, deve pensar também para facilitar a compreensão do usuários sobre a ligação entre aquele blog e a empresa por trás. Por exemplo, é muito mais fácil alguém fazer a ligação entre o blog e a empresa se ele for um sub-domínio (blog.meusite.com.br) do que se for, por exemplo, “blogdaempresa.blogspot.com“. Sem contar que usar domínio próprio lhe da mais controle sobre a estrutura e passa mais confiança para quem visita.

2 – Saiba para quem escrever e como vai fazer para conseguir isso:

Sempre que me deparo com blogs de empresas gosto de ler e seguir durante algum tempo, para ver como estas pessoas trabalham com a ferramenta a médio prazo. Infelizmente vejo muito poucas empresas tendo sucesso nessa área de “web writing“. Não que escrever para um blog seja tão difícil como escrever em qualquer outro local, mas deve ser pensado estrategicamente também. Não é apenas um monte de palavras jogadas dentro de uma página.

Assim como em qualquer investimento em comunicação, usar mídias sociais (como o blog) também exige que você tenha conhecimento de seu público alvo e também o objetivo deste blog. Uma empresa pode ter apenas um ou diversos tipos de públicos, então saiba definir o objetivo para saber como você vai se comunicar com ele.

3 – Lembre-se que blog também é social. A interação deve começar por você:

Muitas empresas tentam criar um blog pensando em gerar muitas visitas e ganhar muitos comentários com ele, mas não é uma tarefa tão simples como parece. Mesmo grandes blogs as vezes recebem poucos comentários, imagina então para os pequenos… a tarefa acaba sendo bem mais complicada.

Portanto, ao invés de ficar sentado fazendo sempre as mesmas coisas, procure diferenciar o seu conteúdo trazendo diferentes formas de interação, fazendo perguntas, questionamentos, ou seja, tomando a iniciativa para que haja alguma interação com os leitores do blog.

4 – Copiar e colar não traz vantagem, só desvantagem:

Este é um ponto muito triste de falar porque vejo que é muito comum, empresas preferem simplesmente copiar conteúdo ao invés de criar o seu próprio. Ainda pior são aqueles que copiam e nem deixam isso claro (e eu sei que acontece muito com textos daqui e de outros blogs).

Não há problemas em usar referências, muito pelo contrário, isso é muito bom. Aqui no blog, por exemplo, sempre damos a referência ao final do texto, caso o conteúdo deste tenha sido inspirado em alguma outra publicação. Isto não é uma questão apenas de educação, mas uma questão de tornar a “blogosfera” um lugar mais interessante para o leitor.

Não podemos esquecer também que quem linka, será linkado também. Gentilize gera gentileza. Links geram links.

5 – Não se esqueça de analisar muito bem os dados:

Outro grande problema de blogs, principalmente dos pequenos, é não saber analisar os dados que conseguem através de ferramentas como o Google Analytics. Entenda que aqueles números não são “apenas números”.

Saber quanto tempo a pessoa passa em seu blog, quais páginas mais visitadas, como as pessoas vieram até seu blog, etc, ajudam você a conhecer ainda melhor o seu público e melhorar aquela parte que citamos antes, de saber como e para quem você esta escrevendo.

6 – Faça parcerias, crie uma comunidade envolta do seu blog:

Um dos grandes defeitos de grandes blogs e pensarem que estão no topo do mundo, vivendo sozinho em um templo tibetiano. A palavra “social” significa muito mais que publicar o seu texto no Twitter, você deve fazer parte de uma comunidade e com certeza isto vai lhe render ótimos frutos.

Recomenda-se que os blogs procurem diferentes autores, parcerias, ideias e dicas vindas de outros lugares. Uma pessoa escrevendo, por melhor que ela seja, pode ser limitada nas ideias e por isso que buscar novas opiniões, novas ideias e novos autores pode trazer uma visão complementar muito boa para o seu blog.

7 – Prepare-se para trazer mais visitas dos buscadores:

Os buscadores, como o Google, são uma das ferramentas que mais levam tráfego para a grande maioria dos blogs no mundo todo, mas muitas pessoas ignoram este fato e preferem não usar isso estratégicamente. Se você também faz isso, prepare-se para mudar.

Alguns blogs chegam a ter mais de 80% de suas visitas provenientes de buscas realizadas através do Google, Bing e outros buscadores, então porque ignorar isto? Você pode estar disperdiçando visitas importantes para o site de sua empresa.

Você precisa conhecer ao menos um pouco de SEO e como aplicar ele aos textos que você escreve e ao blog que você administra.

8 – Design é tão importante quanto o conteúdo:

Está parte é muito complicada, principalmente para empresas pequenas que nem sempre tem como investir em um design inovador, mas nem por isto você deve desistir. Diversos sites oferecem temas prontos, alguns gratuitos e outros com preços muito baixos, que podem dar uma cara completamente nova para o seu conteúdo, otimizando a interação entre o leitor e a ferramenta que estão visitando.

Conteúdo é importante, mas sem um design a pessoa pode nem chegar até o conteúdo.

9 – Lembre-se que o blog é de uma empresa, sempre há o objetivo de vender mais:

Agora vem a parte chata que muitas pessoas deixam de lado. Não se esqueça que se você é dono ou trabalha para uma empresa, provavelmente está usando o blog (e outras ferramentas) com o objetivo de gerar mais vendas, certo? Então no blog da empresa isso não pode ser deixado de lado.

Claro que a plataforma não deve virar um página carregada de banners, posts sobre a empresa, etc. Você tem uma ferramenta poderosa nas mãos, mas deve saber utiliza-lá com cautela para evitar que perca a confiança  dos visitantes. Usar a mídia que você tem para anunciar o seu produto/serviço não é errado. Errado é fazer isso de forma irresponsável.

10 – Integre com as mídias sociais:

Essa é a dica mais básica, mas talvez uma das mais importantes hoje. Muitos blogs já reportam que nos últimos meses as mídias sociais tem aumentado na % de visitas geradas para um blog, ou seja, facilitar com que o seu texto seja divulgado tem se mostrado cada vez mais importante.

E não podemos esquecer que não é apenas uma questão de compartilhar o post no Twitter da empresa, é também facilitar e cativar o visitante ao fazer o mesmo, aumentando as visitas provenientes destes canais, mas também ajudando a influenciar resultados de pesquisas, como o Google+ hoje já faz.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail