O marketing digital vai chegar a janela mais próxima de você também.

Uma das coisas que mais gosto do marketing digital é a sua constante troca de plataforma. Bom, não é exatamente uma troca, mas sim uma extensão. Apesar de muitos não entenderem ou nem saberem disso, marketing digital não é (e está muito longe de ser) apenas mídias sociais e um pouco de email marketing.

Posso estar errado, assim como todos sempre podemos estar, mas acredito que o “digital” deste termo englobe a tecnologia como um todo, ou seja, tudo que é digital é em essencial uma possível plataforma de marketing. Claro que, na grande maioria, a publicidade é uma das vertentes do marketing que mais gosta de usar  as novidades.

Então estamos vendo a tecnologia evoluir rapidamente, novidades aparecem nos filmes e alguns anos depois chegam as feiras e quando vemos, estão em nossas casas. O próximo passo? Ver esta mesma tecnologia se transformar em plataforma. Na CES de 2012, que aconteceu agora em Janeiro e comentamos um pouco sobre neste outro post, foi apresentado a “Smart Window” (sim, hoje em dia tudo é smart).

Está tecnologia, que já vimos em muitos filmes, vídeos conceitos e etc, esta sendo apresentado e tem tendência de ser comercializada antes do que podemos imaginar, prometer trazer uma nova forma de interação com o digital. Porque acordar e ver informações em seu celular, se tudo vai estar escrito na janela?

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=m5rlTrdF5Cs]

Para funcionar, certamente este aparelho usar internet e energia. Não vai ser muito difícil e nem vai demorar muito para a gente começar a ver empresas anunciando direto em sua janela, como já fazem hoje na “sua internet”, na televisão, etc. Como será este formato, vídeo? Banner? Hmm, talvez seja cedo demais para afirmar, pois esta tecnologia terá uma presença muito diferente em nosso dia-a-dia e qualquer uso errado dela como formato, pode condená-la ao fracasso.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail

  • Luiza_uerj

    Eu leio sempre o seu blog e acho que as novidades que você traz são maravilhosas. Essa me lembra, por ex., o filme do minority reporter. Mas uma coisa que eu ainda nao vi vc comentar aqui é sobre retargeting. Acho que esse é uma das estratégias de webmkt que estao mais bombando nos EUA e na Europa tb!
     

    • Realmente lembra o Minority Report essa tecnologia. Quanto ao termo comentado, já tinha ouvido falar um pouco, mas realmente não chegou a “grande mídia”. Mas vou anotar aqui e pretendo dar uma estudada melhor antes de publicar qualquer coisa.

      Caso tenha alguma outra indicação, sinta-se a vontade 🙂

    • Também sempre leio o seu blog, na verdade é um dos meus preferidos. Mas voltando ao assunto sobre retargeting, eu li a pouco tempo um artigo no blog “e Behavior”, se quiser dar uma olhada lá, ai está o link 
      http://blog.ebehavior.com.br/index.php/behavioral-targeting-e-retargeting/. Abraços

      • Vou guardar o link agora para dar uma lida melhor mais tarde, mas obrigado pela indicação.

  • Junior silvauz

    Sim, o conceito de marketing digital realmente engloba, por exemplo, telemarketing…mas como a internet se tornou o meio de comunicação mais forte, o pessoal está se concentrando mais em redes sociais e em outras formas de divulgar seu produto através da web. Mas sim, existe marketing digital em outros meios de comunicação.

    Junior Silva
    http://www.casadomarketingdigital.com.br 

  • Acredito que anuncios direto nas janelas dos consumidores será algo extremamente invasivo.

    Isto deverá ser feito com muito cuidado, de preferencia a partir de algum opt-in.

    Mas também será algo ótimo, que tal impactar o cliente com um anuncio de uma pizza suculenta em pleno domingo a noite, filtro solar em um sabado ensolarado, etc.

    Será que vingará? Tomara que sim e que seja bem feito, da melhor maneira para o consumidor e não para o anunciante.

  • Wilson Cardozo de Sá

    A questão hoje em dia e daqui em diante é personalizar, ou seja, você irá ver anúncios que quiser ver e onde e quando quiser ver. Quando falamos de tecnologia, é um caminho sem volta.

    • Certamente. Uma das grandes questões daqui para frente é como proteger a privacidade do usuário e conseguir ao mesmo tempo entregar a experiência mais personalizada possível.