Você ficaria sem Internet?

Algum tempo atrás foi publicado no Midiatismo dois vídeos a cerca da Vida sem internet – ::aqui(“https://www.midiatismo.com.br/diversos/como-seria-a-vida-se-nao-existisse-internet-videos”,”Como seria a vida se não existisse Internet? | Vídeos”)::, durante está mesma semana eu havia passado quatro dias consecutivos sem acesso a Internet e em um local com diversas pessoas diferentes, e após estes vídeos eu passei ainda mais tempo pensando sobre “a vida sem internet”, mesmo que por pouco tempo.

Pode parecer um tanto quanto banal, observar a vida sem internet se a mesma está ai para facilitar a vida das pessoas, e se ele não tem “previsão para acabar”, mas estes vídeos me fez pensar de outra forma o mundo, as pessoas tem passados diversas horas na Internet e principalmente nas redes sociais, até que ponto isto tem influenciado na vida delas.

Entregue um computador sem acesso a internet a uma pessoa para ver o que ela é capaz de fazer, aposto que a maioria das pessoas simplesmente iria desliga-lo e deixar o mesmo de lado, pois a internet passou a ser necessário para uma boa utilização e aproveitamento do computador, smartphone e assim por diante.

Nestes dois vídeos publicados, é possível perceber que eles procuram mostrar o lado interessante das redes sociais e como seriam nossas vidas se elas não existissem, mas se pararmos para pensar um pouco mais, até que ponto elas realmente ajudam neste contato com as pessoas, e até que ponto ela atrapalha.

É quase impossível imaginar nossas atuais vidas sem a internet, ela já faz parte das nossas atividades diárias e muitas vezes deixa de ser importante e passa a ser essencial, então se pararmos para pensar nas redes sociais estas já fazem parte assim como a internet de forma geral, parte da rotina das pessoas, muitas ligam o computador, smartphone ou tablet, e antes mesmo de fazer qualquer atividade vão conferir as redes sociais, ver se alguém falou com ele ou se mencionaram seus nomes, mas sequer notam que para muitos isto já se tornou um habito.

Ao passar estes quatro dias sem acesso à internet e com pessoas diferentes, tive novamente o que há muito tempo não tinha, um “contato interpessoal diferente”, onde só era possível ter está interação pessoal e não virtual, passamos a conversas, trocar experiências, falarmos um pouco sobre nós de forma rápida e eficaz (o que muitas vezes em redes sociais é um tanto quanto lento), além de ter acesso a forma como as pessoas reagiam.

Muitas pessoas tem perdido um pouco este contato, pois acabaram trocando a vida real pela vida virtual, sendo que não é este o intuito das redes sociais, o principal motivo em minha opinião é apenas de aumentar está interação, tornando ela simples e eficaz quando estamos longe dos amigos e familiares, quando estes moram em outras cidades, estados ou países, o problema é que este contato que era para ser um complemente e principalmente rápido, passou a ser demorado e se tornou a primeira opção de comunicação por parte de muitos jovens, hoje é muito comum pessoas fazerem “amigos” via Web, em vez do dia a dia, muitos possuem problemas de comunicação pessoalmente, mais ao estarem com uma proteção (internet), passam a ter mais segurança e se expressam melhor, utilizam melhor as palavras, e a tendência é que isto ocorra com maior frequência, devido a está “migração de habito”, que a algum tempo era impossível de se perceber.

Este texto foi escrito com o intuito de alertar, que a Vida Virtual, não deve em hipótese alguma substituir a Vida Real, pense um pouco nisto, tente criar uma interação maior a partir de seus vizinhos, colegas de escola, faculdade ou no trabalho, tente criar amigos neste contato interpessoal, e deixe as redes sociais um pouco de lado durante algum tempo.

Não estou apoiando o abandono das redes sociais, apenas alertando de que elas têm que ser um complemento, e não a sua principal fonte de contatos e amigos.

Caso tenha algo a acrescentar ou discorde da minha colocação, sinta-se a vontade para expressar a sua.

Abraço e até mais.

PUBLICADO POR

Thiago Batista

Estudante de Gestão de Tecnologia da Informação através da Unisul virtual de SC. Trabalha na WRA Gestão em TI de Maringá. Amante de Tecnologia e um Eterno Aprendiz.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail