Utilização de vídeos para YouTube tem suas próprias características.*

Hoje em dia, a convergência dos meios tradicionais de publicidade para a internet tem acontecido de forma lenta e muito mais demorada do que pensávamos. Mas, pelo menos, esta acontecendo.

Um dos pontos onde isto tem ficado mais claro para nós, enquanto consumidores, é a utilização do YouTube como plataforma primária de anúncios em vídeo. Apesar de ainda ser pouco comum, já estamos vendo marcas voltando uma parcela de seus investimentos publicitários em produções para o YouTube, ao invés dos clássicos comerciais de 30 segundos que são publicados no canal da empresa (muitas vezes nem em HD estão).

Mas para trabalhar com este tipo de conteúdo, não basta apenas produzir vídeos que não sejam veiculados na televisão. Você deve identificar as características do YouTube e aplicá-las em seus vídeos. Quer saber mais? Dá uma olhada nas dicas abaixo:

Qualidade do vídeo

Não tem como não começar por este assunto. Ainda é comum ver peças publicitárias que passam na TV em alta qualidade e são postadas no canal da empresa na pior qualidade possível.

Se seu vídeo está em alta definição, poste ele no YouTube em HD. Você ficaria surpreso ao notar quantas pessoas irão querer assistir ao seu comercial em alta qualidade. Isto ajuda a sua marca a ser exposta de forma positiva, transmitindo uma maior preocupação com a qualidade e eficiência.

qualidade-hd-youtube-videos

É recomendado ter pelo menos a opção de 720p

Esta exigência também pode envolver a utilização de melhores equipamentos para captação de áudio e vídeo. Ou seja, pesquise e procure sempre ter equipamentos de qualidade.

Você pode procurar por tutoriais e sites que ajudem você a exportar seu vídeo com uma melhor qualidade. Clicando aqui você pode conferir um muito bom.

Não bloqueie a incorporação ou reprodução em dispositivos móveis

Algo muito comum de se ver são vídeos no YouTube que são bloqueados de serem incorporados, ou seja, você não pode colocar este vídeo em seu blog ou qualquer outra ferramenta de mídia social semelhante. Apesar de ser compreensível que alguns usuários façam isso para atrair mais pessoas para o seu canal no YouTube, para as marcas isto acaba sendo um grande tiro no pé. Você tira a possibilidade da pessoa mostrar o seu trabalho para outras pessoas.

permitir-incorporacao-youtube

Apesar de não recomendado, o dono do vídeo pode tirar a possibilidade de incorporação.

Outro bloqueio permitido pelo YouTube é o de dispositivos móveis. Não sei bem porque existe essa funcionalidade, já que o crescimento dos vídeos em dispositivos móveis é uma das principais tendências para os próximos anos e impedir que o usuário assista ao seu vídeo por estar em um dispositivo móvel pode lhe privar de várias visitas e compartilhamentos.

Mantenha sempre a qualidade de produção

Procure manter a qualidade em todos os seus vídeos. Evite investir muito em alguns vídeos e deixar outros abandonados. Da mesma forma que você pode ganhar muitos inscritos em um ótimo vídeo, poderá perder vários em um de qualidade não condizente com o canal.

Caso você nem sempre consiga boas imagens, procure bancos de vídeos na internet. Há bancos gratuitos e pagos, que podem te ajudar a achar boas imagens para complementar a sua produção.

Trabalhe as legendas dentro do YouTube

Uma funcionalidade muito interessante do YouTube é a utilização das legendas, que podem ser adicionadas a um vídeo mesmo depois de publicado. Há também a possibilidade de criar transcrições do vídeo. A diferença entre transcrição e legenda é que a transcrição é apenas o texto corrido do vídeo, sem mostrar o tempo em que cada frase aparece.

As legendas podem ser feitas em vários idiomas, o que é muito interessante para quem tem consumidores em diferentes países. Em geral, recomenda-se pelo menos a legenda em inglês, que é um idioma quase que universal.

exemplo-legenda-youtube

O botão de legendas fica no canto inferior direito do player.

Como funciona? O usuário deve clicar no botão de legenda para ativar ou selecionar o idioma, mas isto ocorre de forma automática depois que ela for utilizada pela primeira vez. De qualquer forma, recomenda-se lembrar aos visitantes de que o seu vídeo tem legenda e que elas podem ser ativadas. Você pode fazer isso na descrição do vídeo ou adicionando uma nota.

O YouTube aceita diversos formatos de legenda e você pode conferir mais informações sobre as legendas e transcrições acessando este link.

Existem diversos programas que tratam da criação de legendas para os seus vídeos. Eu recomendo o Aegisub.

Links e anotações dentro dos vídeos

Uma ferramenta muito interessante para ser utilizada dentro do YouTube é a de anotações e links internos. Como você provavelmente já deve ter visto em alguns vídeos, esta ferramenta possibilita criar caixas de texto que servem como um link para a pessoa se inscrever no seu canal, ir para um outro vídeo ou para uma lista de reprodução.

exemplo-anotacao-dentro-youtube

Dentro das configurações do vídeo você tem este painel de edição de anotações.

Este formato possibilita, por exemplo, criar uma história através de vários vídeos. Para isto, basta, ao final do vídeo, adicionar um link para a próxima parte e assim por diante.

Você pode conferir mais informações sobre este formato acessando este link.

Título, descrição e miniaturas são importantes

Talvez, o que mais motive uma pessoa a clicar no seu vídeo ou não é o conjunto título, descrição e miniatura do vídeo. Se algo parecer interessante, será clicado. É claro que nada adianta o vídeo parecer interessante, mas na verdade não ser.

Quando for escolher a miniatura do seu vídeo, escolha uma que chame atenção e que faça sentido em conjunto com o título.

Pense seriamente em anúncios

Uma ferramenta muito interessante para alavancar as suas produções é investir no AdWords para vídeos. Você pode direcionar o seu vídeo para públicos segmentados, de forma que você aproveite bem o seu investimento.
Caso você vá investir em vídeos in-stream (aquele dos 5 segundos), lembre-se de ser chamativo desde o começo do vídeo, caso contrário a pessoa irá pular o anúncio.

propaganda-dentro-youtube

Anúncios bem direcionados ajudam a impulsionar seu vídeo para o público certo.

O tamanho do vídeo é importante

Sabemos que vídeos do YouTube devem ser curtos para aumentar a chance de as pessoas assistirem ao vídeo completo. Mas qual o tamanho ideal? Vídeos muito curtos podem ser ruins por não conseguirem passar a mensagem e vídeos muito longos podem não conseguir segurar o espectador por muito tempo.

Nada impede você de trabalhar com vídeos maiores, isso pode variar dependendo do seu público e também do tipo de conteúdo que você pretende oferecer. De qualquer forma, um tempo médio aceitável seria entre 2 e 3 minutos.

É claro que você pode fazer ótimos canais apenas com vídeos longos ou vídeos muito curtos.

Atualize sempre seu canal

Manter sempre as pessoas interessadas no seu canal pode ser uma tarefa muito difícil, afinal, produzir conteúdo de qualidade nem sempre é fácil. Talvez o primeiro passo em direção a excelência seja trabalhar com datas fixas, de forma que os espectadores saibam em quais dias poderão encontrar novos vídeos em seu canal.
Toda quarta-feira, todo começo de mês, finais de semana? A data tanto faz, desde que você mantenha o máximo de regularidade possível.

Olhe ao seu redor e inspire-se!

A cada mês há sempre uma nova moda rolando nas redes sociais e no YouTube. Atualmente, por exemplo, o que esta em alta no Brasil é o canal “Porta dos Fundos”, com seus vídeos rápidos, satíricos e semanais.

Fique sempre por dentro do que está rolando no momento, isto poderá lhe dar ótimas ideias de como trabalhar os seus vídeos.

Banner Shutterstock, Post Patrocinado

* Este publieditorial é trazido a você pela Shutterstock.


PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail