Quantos dos “amigos” virtuais são realmente amigos pessoais?

Vemos muitas pessoas “correndo” atrás de “novos amigos” nas redes sociais, mas ai vem à pergunta “Quantos dos ‘amigos’ virtuais são realmente amigos pessoais?”.

Muitos não reparam, mas algumas pessoas possuem 2, 3 ou 4 perfis no Orkut, saem adicionando amigos no Facebook e assim por diante. Mas ai eu lhe pergunto, todos estes contatos realmente são amigos? Quais destes sabem o seu nome? Todos estes que te adicionam na rede, realmente acompanham sua presença na Online?

Se pararmos para analisar as perguntas, creio que a maioria chegaria à mesma conclusão, as pessoas estão em busca de “status” nas redes sociais, e ter muitos amigos, vários perfis nas redes sociais é sinônimo de “famoso/conhecido” e assim por diante.

Creio que a maioria das pessoas conhecem no máximo 20 ou 30 daquelas pessoas que adicionam nas redes sociais, não estou falando de conhecer estas pessoas para falar um “Oi”, mas sim para se comunicar, ter um dialogo bacana, conhecer a pessoa, seu dia a dia, entre outras diversas coisas que costumamos saber dos nossos amigos.

Como já expomos em diversos artigos do Blog, a relevância nas redes sociais é algo extremamente importante, não só para as empresas, mas para as pessoas em geral e é aqui que chegamos muitas vezes, o que é mais importante? Ter diversos “amigos” ou realmente amigos? Talvez as pessoas não tenham como principal objetivo ser relevante às pessoas, ou seja, ser diferente dos outros perfis da rede, trazendo conteúdo que realmente irá agregar valor à vida de seus “amigos” ou possíveis amigos.

O caso da relevância é muito diferente se observarmos as mídias sociais de forma geral, pois no Twitter a relevância é algo muito mais importante do que nas redes sociais como Facebook e Orkut por exemplo.

Voltando ao assunto central, será que as pessoas estão substituindo os amigos reais pelos virtuais? Talvez seja interessante darmos um pouco mais de importância em mantermos aqueles amigos de verdade, e buscar novos amigos de verdade (ai não importa se eles viram das redes sociais, ou do contato pessoal), e não simplesmente termos 4 perfis para dizermos as pessoas que conhecemos que somos famosos/conhecidos.

Acredito que ter diversos perfis em redes sociais e muitos “amigos”, serve muitas vezes para que estas pessoas se sintam superiores a seus amigos de verdade, pois é com eles que você troca ideias, joga conversa fora e assim sucessivamente.

Talvez termos muitos amigos em redes sociais, não signifique especificamente termos diversos amigos na vida real, talvez sejam apenas contatos, que muitas vezes nem nos conhecem, e em alguns casos nem saibam nosso verdadeiro nome, ou seja, sabem apenas nosso nome “fictício”, que é colocado em redes sociais por muitas pessoas.

Quando tiver como intenção adicionar diversas pessoas em seus perfis das redes sociais, pense em algumas perguntas como:

O que eu posso agregar na vida desta pessoa?

As fotos da minha vida serão importantes para estas pessoas que eu não conheço?

Eu gostaria de ler informações como estas que eu costumo postar, ou ficaria bravo se “seguisse” perfis como este?

Sinta-se a vontade para expor suas ideias e agregar conteúdo ao artigo.

Abraço e até a próxima.

PUBLICADO POR

Thiago Batista

Estudante de Gestão de Tecnologia da Informação através da Unisul virtual de SC. Trabalha na WRA Gestão em TI de Maringá. Amante de Tecnologia e um Eterno Aprendiz.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail