O Fim da WEB?

Desde final do ano passado, quando foi divulgada a informação de que as URL’s e domínios ‘www’ já não tem mais como ser comercializados, se instaurou uma visão quase apocalíptica de que a web como conhecemos deixará de existir e todos os internautas se subjugarão à uma nova ordem digital.

Mas calma, o fim não é tão drástico. Aliás, nem poderia se dizer o fim. O Fim do IP como conhecemos mudará somente a forma como nos iremos acessar a rede. Essa informação que foi alardeada por boa parte da rede esconde algo de mais importante, a meu ver: “O início do envio multi-cast de informações”.

Grafico sobre o Final da Web

Figura Apesar dos dados, o "Fim" da web não é tão drástico assim

 

 

É simples, o IP cada registro é fixo, no IPv6 (modelo que deverá ser adotado) o registro deixa essa categoria e será transportado por envios multi-cast. De que forma isso pode interferir a sua vida? Imagine o mesmo endereço do IPv6 saindo do registro do seu desktop e indo pro seu Iphone ou afins?

A verdade é que pode ocorrer uma bagunça generalizada, pois os atuais servidores não comportariam tamanho excesso de informação. Pior ainda: Os sistemas atuais não conseguem mais conter a demanda e boa parte dos protocolos de internet, apesar de já possuírem e reconhecerem o IPv6 (o sistema existe desde meados da década de 90 do séc. passado), os grandes portais não demonstraram interesse em aprimorá-lo.

Há poucos dias, durante a Feira da CEBIT, Steve Jobs deu a seguinte declaração sobre o fim da web: “A web não vai morrer, ela migrará para os sistemas móveis”. Não deixa de ser verdade. Cada vez mais as pessoas utilizam seus smartphones e afins e utilizam navegadores como o Firefox ou o Opera para acessar a rede.

Resta-nos agora descobrir qual o real impacto que a adoção do IPv6 trará às empresas, ao Internauta e, a web em si.

Links Relacionados:

Chefs do Mozilla e Opera rebatem “Morte da Web”

Entenda o que o IPv6 muda para o Usuário

PUBLICADO POR

Rafael Gomes

Jornalista, Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Sergipe e estudante de Direito pela Unit.. é Pesquisador na área de Redes Sociais, Mídia Sonora e Novas Tecnologias, colaborador do site da United Press International University (UPIU) e do Midiatismo, Possui um Blog específico na área de Rádio e Novas Tecnologias.

Leia mais sobre
, , ,
Novidades e atualizações, direto em seu e-mail