O dia em que o Ministério da Saúde foi parar no Tolices do Orkut.

Se você tem costume de utilizar o ::tag(“twitter”,”Twitter”):: deve estar habituado a ver alguma empresa fazendo feio nas ::tag(“midias-sociais”,”mídias sociais”)::. O já conhecido ” ::tag(“fail”,”#Fail”):: ” é realmente muito mais comum do que parece e atinge as mais diversas empresas nos mais diferentes lugares.

Recentemente enquanto navegava por alguns blogs de humor me deparei com uma situação que eu espero que seja piada, pois se for uma situação real seria um grande problema para o Ministério de Saúde, cliente que protagonizou o acontecido.

O Ministério da Saúde (ou pelo menos um perfil com o nome dele) estava fazendo uma campanha para incentivar a doação de sangue, já que como todos sabem, no Brasil existe muito falta de doadores. Até aí tudo bem, mais do que justo o governo procurar as pessoas dentro das redes sociais para ajudar a divulgar campanhas que são de utilidade pública.

O grande feito desta vez foi o fato de alguém (é complicado ter certeza se o perfil é oficial ou não) entrou em diversas comunidade para divulgar tal campanha, ou seja, não foi um trabalho automatizado ou que poderia ser culpa de um robô qualquer, foi um trabalho manual (e mal feito) mesmo. Bom, a postagem com propaganda da campanha foi postado, pasmem, em uma comunidade de aidéticos.

O ocorrido foi logo retrucado por usuário que em tom sarcástico disse: “Opaa, vou doar meu sangue e infectar mais alguns ae! Já to fudido memo sinhõ”

Ministério da Saúde #fail no Orkut

Não é por acaso que a pérola foi parar no Grandes Tolices do Orkut, blog que traz as mais diversas bizarrices do dia-a-dia da rede social da ::tag(“google”,”Google”)::.

O que devemos aprender com este caso? ::tag(“redes-sociais”,”Redes sociais”):: são feitas de pessoas, grupos sociais e diversos outras ferramentas, quando falamos com ela devemos prestar atenção para evitar que façamos como neste caso, onde a falta de atenção se transformou em um ::tag(“fail”,”#fail”):: para a campanha. Também devemos perceber mais uma coisa, quando tratamos com pessoas, precisamos, além de saber usar as palavras, tem um enorme conhecimento em diversas áreas, conhecimentos dos mais variados tipos, afinal, neste ocorrido podia ser que a pessoas simplesmente não lembrava (ou não sabia) que quem tem aids não pode doar sangue.

Lembrando que não há comprovação de que foi efetivamente o Ministério da Saúde que cometeu o erro, mas ele pode servir de lição de qualquer forma.

Imagem retirado do Grandes Tolices do Orkut.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail