E se o Facebook estiver mesmo perdendo seus usuários ativos?

Durante o Web Summit 2.0 2011, que acontece em São Francisco entre os dias 17 e 19 de Outubro, personalizadas das diversas mídias sociais que temos em nosso dia-a-dia estiveram presente para falar sobre seus trabalhos e claro, sobre as mídias digitais.

Diversos assuntos entraram em pauta, alguns chamaram atenção, outros nem tanto. Um que está sendo muito comentado é a fala de Sean Parker, co-fundador do Napster e sócio do Facebook, que disse que “A grande ameaça para o Facebook é que os usuários mais ativos estão indo para o Twitter ou para o Google+“.

A sua fala, divulgada em diversos portais ontem, mostrou que possivelmente o Facebook estaria tendo problema com a retenção de “power users” (pessoas que usam com muita intensidade/frequência) e Sean aponta que o principal problema seria a forma como a rede lida com tanta informação para o usuário.

Apesar da pequena polêmica, muitos afirmam que está fala pode ter relação direta com a notícia de que Sean teria discutido com Mark Zuckerberg em um bar alguns dias atrás por divergência de opiniões quanto a parceria do Facebook com Spotify (empresa que Sean Parker é investidor também).

O fato de Facebook ser não apenas uma grande rede social, mas uma grande empresa, torna ela alvo de diversos comentários e isto me deixa com o pé atrás sempre. Apesar de não ser muito fã da rede social, devo confessar que admiro o quão grande o serviço se tornou, mas sei que estes serviços/produtos estão sempre muito ligados a curva de adoção, que explicaria o fato de que, daqui algum tempo, Facebook não consiga manter seu crescimento e comece a diminuir (assim como vem acontecendo com praticamente todas redes sociais desde sua criação). Já comentamos um pouco sobre este assunto no post “O Facebook pode morrer, mas isso não precisa ser culpa do Google+“.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail