Como fazer um blog corporativo? A Microsoft da o exemplo.

O Microsoft é um dos maiores nomes quando se fala em tecnologia. Apesar do crescente número de empresas que ameaçam a empresa de Bill Gates, ela já foi líder de vários segmentos ligados a tecnologia. Acredito que todo mundo que já utilizou um computador já deve ter utilizado o seu sistema operacional, Windows. Ou mesmo ter utilizado o Internet Explorer, Windows Messenger, criado um Hotmail, enfim, ela já deve estar presente na vida de qualquer um.

Neste post vou utilizar a Microsoft como exemplo de uma empresa que soube fazer um blog corporativo. A pouco tempo atrás tive acesso ao Pensando Grande. Este blog é um esforço da Microsoft em oferecer ajuda as pequenas e médias empresas do Brasil.

A Microsoft dá início a um projeto que tem o objetivo orientar e auxiliar pequenos e médios empresários na gestão de seu negócio. Dados do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos)apontam que as pequenas e médias empresas são 97,5% do total de empresas estabelecidas no Brasil. Queremos falar com estas pessoas, compartilhar informações e também ouvir o que estes empresários têm a dizer: quais são suas dúvidas, dificuldades, e, claro, conhecer histórias de sucesso!

Descrição do próprio blog

Saber mostrar o seu produto no contexto do conteúdo

Sabe mostrar o seu produto no contexto do conteúdo.

Pontos Positivos:

A Microsoft soube aproveitar muito bem a ferramenta de blog corporativo. Talvez uma das melhores estratégias para oferecer conteúdo de qualidade e com isso conseguir criar um relacionamento com o seu público-alvo.

O blog trabalha, aparentemente, com uma periodicidade diária. Portanto, quase todo dia surge um novo texto que pode ajudar pequenos e médios empresários a melhorar o seu negócio.

Tem uma equipe voltada para o projeto, fazendo com que ele receba a devida atenção. O uso de outras ferramentas como complemento do blog, como Facebook e Twitter, mostram que a empresa tem interesse em interagir e receber feedback.

Fazem posts sobre o seu produto/serviço de forma não intrusiva, ou seja, não estão o tempo todo tentando empurrar o que estão oferecendo, mas reservam alguns espaços para isso dentro de suas postagens.

Pontos Negativos:

Não deixa clara a sua ligação com a empresa. Bom, este é um fato que pode ser diferente em cada estratégia, também não posso dizer se neste caso é proposital ou não. O caso é que ao meu ver um blog que (mesmo que as vezes) defende o produto/serviço de uma empresa deve deixar claro que esta empresa que está por trás. Se você navegar alguns minutos no blog já vai perceber sua ligação direta com a empresa, mas acredito que isto deveria estar evidenciado desde o começo.

Em um primeiro momento, não mostra sua ligação com a Microsoft

Em um primeiro momento, não mostra sua ligação com a Microsoft

Acredito que esta seja uma opinião minha, pois muita gente pode discordar, mas o fato de não ficar visível rapidamente a sua forte ligação com a empresa pode ir contra o princípio de transparência que se deve ter com o leitor. Como já disse, é fácil perceber esta ligação após ver os banners e alguns posts falando sobre produtos/serviços da Microsoft, inclusive o Twitter e Facebook utilizam o endereço de @Microsoft_PME e Facebook.com/Microsoft-PME.
[rating:4]

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail