Como criar o seu próprio projeto?

Tudo pode ser um projeto e várias são as etapas a seguir até colocá-lo em prática. Neste artigo, darei algumas dicas de como montar um projeto para um novo produto ou serviço no mercado.

Vamos dizer que você teve uma ideia original para um nicho de mercado e poderá ter grandes chances de aceitação. Mas até para avaliar se a ideia é boa mesmo, é preciso montar um projeto, ou seja, pensar em exatamente tudo que será preciso para que seu produto ou serviço funcione, qual é o público-alvo, como será divulgado e os custos.

Primeiro, pense na oportunidade de mercado e estrutura funcional do produto. Por exemplo, se você criou um aplicativo para smarthphone, pense no conceito do produto: Para que ele serve? Qual é o seu diferencial? Como ele poderá ser útil? Depois, vem a parte da estruturação, ou seja, tudo que será preciso para que o aplicativo funcione bem, sem nenhum problema.

Após realizar esta primeira tarefa, você estará apto para avaliar por que o seu produto tem a possibilidade de dar certo. Pense em todas as possibilidades que o rodeiam, se esse produto será útil, se tem alguma ligação com a atualidade e se atende a alguma necessidade do seu nicho de mercado?

E a partir disso, já é possível estabelecer o seu público-alvo: prioritário e secundário. O púbico-alvo prioritário é o seu alvo, é para quem você irá comunicar o seu marketing, são as pessoas que terão interesse em seu produto sem intermediadores. Já o secundário, é aquele que pode se interessar ao saber do serviço que o seu produto fornece ou o que poderá indicar o seu produto. Por exemplo, um aplicativo de smarthphone, normalmente, não é de interesse dos idosos, pois é um público que não tem muita familiaridade com as novas tecnologias. Mas um neto pode ficar sabendo do seu aplicativo e achar que será útil para os seus avôs, então ele mostrará a eles.

A esta altura, você já deve estar se perguntando se não está na hora de criar um nome, uma logo e um slogan. Muitas vezes, quando temos alguma ideia, logo um nome vem à mente, ou alguns nomes, então escolha o nome do seu produto. Pense em algo que se adapte exatamente a como você quer que o seu produto seja visto pelas pessoas. E para auxiliar a passar esta imagem, chega a hora do slogan e da logo. Se você tiver dificuldades nesta etapa, procure um profissional para lhe auxiliar, um publicitário e um designer resolveriam o problema.

Agora que já está tudo bem pensado, está na hora de escolher os meios e canais de divulgação. Nesta parte, eu aconselho a procurar uma agência de publicidade ou uma empresa de comunicação, pois é uma tarefa bem detalhada que requer o trabalho de mais de um profissional. Esta é uma jornada de pesquisa, depois a escolha dos meios, canais, horários e datas de veiculação, preços e negociação com os meios escolhidos. Então, se você deseja colocar em prática a sua ideia, dedique-se e invista em bons profissionais.

Estas dicas lhe ajudaram? Lembre-se que isso é só o início. Colocar em prática uma ideia não é simples, requer dedicação, investimento e bons profissionais. E não se esqueça de patentear a sua ideia.

PUBLICADO POR

Natália Alves

formada em Jornalismo e Publicidade e Propaganda. Trabalho na área de Mídia Online, especificamente com Performance. Amo o que eu faço e sou viciada em Netflix, uhuahuahuahuah.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail