Campanha viral? Faça o “compartilhar” realmente valer a pena.

Toda empresa acha que vai conseguir criar um grande viral e atingir milhões de pessoas apenas abrindo alguma coisa para votação. Esse pensamento comum, porém errado, deixa muitos desapontados.

Não podemos culpá-los por tentar, mas devemos alertar estas pessoas que fazer viral não é apenas dar algo para as pessoas compartilharem. Por trás de cada conteúdo compartilhado há um sentimento e você deve saber despertá-lo para conseguir com que sua campanha seja passada adiante.

Este concurso chegou até mim através do Facebook de uma amiga que pedia para que as pessoas votassem. Não meu amigo, ela não pedia para eu votar no cachorro dela ou em qualquer um dos participantes, mas sim “votar em qualquer um”. O objetivo não era fazer um daqueles cachorros ganhar, mas ajudar todos aqueles que ganhariam a ração caso a votação chegasse aos seus 2 milhões de votos.

Alguns vão dizer que explorar a necessidade dos outros é errado ou que, caso empresa queira doar algo, doe e não me incomode, certo? Errado! Não devemos ignorar o esforço de alguém que está tentando ajudar outro alguém. Melhor ver aquelas 2 toneladas sendo doadas do que sendo  desperdiçadas.

Neste case podemos tirar uma grande lição (que talvez quem criou nem tenha percebido), mas as pessoas vão compartilhar e comentar sobre a promoção não para ganhar, mas sim para ajudar os cachorros. O viral colaborativo é maior que o viral competitivo.

Eu votei lá, vote também. Ajude, compartilhe, tire a fome de alguns cachorros!

A votação vai até o dia 29/07 (próxima sexta-feira), acesse gazetadopovo.com.br/cachorrodoano/l

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail