As redes sociais aplicadas ao cenário empresarial.

O assunto do momento é Redes Sociais, Web 2.0. Pessoas normais produzindo conteúdo e interagindo com seus semelhantes. Mas você já se perguntou como se aplica todas essas novidades no mundo empresarial? Como as empresas podem usar as redes sociais? Será que as empresas sabem usá-las e como elas estão utilizando essa nova ferramenta de comunicação?
Mas você já se perguntou como se aplica todas essas novidades no mundo empresarial? Como as empresas podem usar as redes sociais? Será que as empresas sabem e como elas estão usando essa nova ferramenta de comunicação?Em algumas palavras, pretendo mostrar como é possível empresas interagirem de forma inteligente com seus clientes através desses agrupamentos de interesses mútuos.

Estamos em um país onde 80% da população que estão conectadas a Internet usa algum tipo de rede social. Aqui já podemos dizer que essa é uma ótima maneira de atingir qualquer tipo de público mais diretamente.

Existem centenas de redes sociais disponíveis em toda a web. Pode-se dizer que existe alguma rede para praticamente tudo que você possa imaginar: postar fotos, vídeos, slides, mensagens, idéias, opiniões, perguntas, respostas, podcasts, empregos, trabalhos, entretenimento, jogos, etc. Para cada um desses segmentos ainda existem diversas variações e cópias.

redes sociaisA grande questão e confusão que as empresas costumam fazer é não saber seu público-alvo e acabar entrando nesta comunidade social de forma imprudente. A maioria das empresas apenas criam seus perfis nas redes mais comuns e conhecidas esperando resultados.
Para começar, qualquer empresa deve se perguntar: O que eu quero fazer aqui? Ela deve saber que não adianta entrar na Web 2.0 só por entrar, tem que haver algum objetivo, saber aonde quer chegar e o que quer dizer.

Depois que souber em quais redes sociais é melhor estar presente, se deve entender que a partir do momento em que entrar, deve alimentar a rede, produzindo conteúdo. A empresa, como membro da rede, seja ela qual for, deve interagir com as pessoas, colocar conteúdo e não simplesmente criar um perfil esperando que ele se atualize sozinho. O perfil da empresa agora está exposto e ela deve fazer ele se movimentar, encontrar pessoas, ver o que as elas têm a dizer sobre empresa, se elas gostam ou não do seu serviço. Com o auxílio das redes as empresas podem mostrar melhor seu trabalho, descobrir o que as pessoas pensam sobre a marca, quebrar fronteiras e mostrar seu trabalho para pessoas geograficamente mais distantes, responder com mais eficiência dúvidas de clientes, se informar sobre o mercado fora de sua região entre outras infinitas utilidades.

Para fazer todo este trabalho com qualidade, desde o planejamento, construção e gerenciamento – não sair por aí fazendo bobagem – é muito indicado que as empresas procurem ajuda de profissionais, pessoas que trabalhem com redes sociais e possam ajudar em todo esse processo.

Pronto! Agora que você sabe o que fazer, lembre-se: quanto mais redes você se vincular, mais trabalho você vai ter para gerenciá-las. Quanto mais a empresa alimenta e cria conteúdo, maior o número de vínculos que ela cria com seus clientes. Agora a empresa faz parte daquela rede e deve interagir como tal.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail