A importância da construção de marcas no lançamento de novos produtos.


Este é um texto enviado por um leitor, não necessariamente reflete a opinião do blog.
Para ver o seu texto aqui também, acesse colabore.

As marcas passaram por um período revolucionário a partir do momento em que a mídia colocou-se a seu favor, e desde então, todos os dias somos bombardeados por milhares de anúncios, sejam eles impressos ou eletrônicos e com eles as inúmeras marcas.

Esta forte ligação entre a marca e o consumidor é uma lição para muitos. Há quem diga que não faz questão de comprar roupas de marca, acessórios da moda ou até mesmo, o carro do ano, mas, inconscientemente, quando vai ao supermercado, não abre mão de determinada marca de refrigerante, sabão em pó, ou de qualquer outro produto (neste momento, acredito que várias marcas vieram em sua lembrança, no momento em que leu este trecho. Acredite: é consequência do que as marcas fazem com a nossa mente).
Permanecer na lembrança do consumidor 24 horas por dia é o objetivo de muitos, senão, de todas as empresas. A marca não é mais um ícone, não é apenas um nome, ficou para trás o conceito de que marca é apenas uma etiqueta ou algo do tipo.

Marca é experiência, é um conceito, uma filosofia da empresa voltada ao cliente e às suas necessidades e desejos. Marca é a essência e cada vez mais é valorizada neste gigantesco mercado chamado: consumidor.

A marca possibilita ao consumidor inúmeras consequências, influenciando até mesmo em seu estilo de vida, seu grupo e suas atitudes. Pessoas influenciadoras e consumidores experimentais são alvos para as marcas, pois é através delas que a marca se fortalece e propaga-se pelo mercado.
Como medir tamanha força que a marca exerce sobre nós? Fácil. Basta olharmos e percebermos quantas marcas estão presentes em nosso dia, em cada momento, em nossas roupas, calçados e acessórios.

Mas, para que uma marca tenha sucesso, é preciso planejá-la e cuidar de todos os detalhes, pois uma boa marca não é apenas aquela que está sempre na mídia, mas sim, aquela que está sempre na mente dos consumidores, e assim, tornam-se a primeira opção a qualquer momento.
Com tantas marcas já existentes e tantas outras que são criadas por dia, a conquista pela atenção do consumidor torna-se cada vez mais desafiadora. Por isso, vale reforçar a importância do planejamento na construção da marca. Algumas empresas valorizam suas marcas, investindo em branding (estudo das marcas), desenvolvendo ações fortalecedoras e colocando em primeiro lugar os valores e experiências que a marca é capaz de agregar aos consumidores.

No branding, são analisados diversos fatores tais como: o que a marca quer representar, qual o espaço que ela pretende ocupar na mente dos consumidores, quais seus valores e princípios, quais suas experiências, etc…

As características visuais (cores, tipografia, elementos e formas) fazem parte do estudo, pois através do símbolo (logo), muitas marcas são reconhecidas visualmente, e por isso, é necessário que o símbolo seja claro e preciso, passando a mensagem que deseja, além de representar de forma icônica a empresa como um todo. Todo este conjunto irá auxiliar no planejamento da construção de uma marca, que quando bem planejada, ocupará um lugar especial na mente dos consumidores.

O branding torna-se eficiente a partir do momento em que a marca reflete a empresa e seus produtos, transparecendo seus princípios e valores, bem como possibilita ao consumidor uma troca de experiências. Estas experiências agregam valores diversos aos produtos/serviços da empresa. Antigamente, a empresa utilizava os meios de comunicação e diversos veículos para propagar suas marcas, hoje o quadro está sendo revertido: são os consumidores quem falam sobre a marca, divulgando seus aspectos positivos e negativos, trocando informações a respeito dos produtos e adquirindo experiências e conhecimento em torno dela.

Com o advento da era da informação e o avanço da internet, muitas marcas estão presentes nas redes sociais. As empresas utilizam estes meios para saber o que o consumidor está falando sobre os seus produtos, quais suas observações, críticas e elogios. E através desta “pesquisa de mercado”, a empresa vai moldando a marca conforme o perfil de seus consumidores. Em troca, oferece experiências ao consumidor, incluindo as mais diversas ferramentas de promoção: concursos, sorteios, amostras grátis, entre outras ações.

Um bom planejamento será capaz de identificar os pontos mais importantes para a construção da marca. Para isto, é fundamental estar atento ao mercado e aos consumidores. Várias etapas compõem este planejamento, desde a escolha do nome até mesmo o que ele vai representar.

É de suma importância também, analisar quais os aspectos que estão envolvidos, quais as situações, por exemplo, no lançamento de um novo produto para uma empresa já existente: neste caso, o planejamento englobará o histórico da empresa, identificando se já há uma marca forte que poderá ser utilizada como extensão, ou se não houver uma marca, mas o nome da empresa está bem fortalecido, porque não utilizá-lo como uma marca guarda-chuva? Este último caso é utilizado por empresas estáveis no mercado, com grande potencial de conhecimento por parte dos consumidores, e que agregada a uma marca complementar, trará credibilidade ao novo produto.

Em situações que a empresa é nova e o produto também, é recomendado fazer um estudo aprofundado no mercado, para identificar sua aceitabilidade, conhecer a região onde irá atuar, sua cultura, enfim, diversos aspectos demográficos e sócio-culturais que poderão influenciar na escolha da marca. Além é claro, de um bom planejamento de divulgação da mesma.

As situações variam de empresa para empresa, porém é importante ressaltar que, não há uma fórmula exata para a construção de uma marca e sim, etapas que garantem um planejamento conciso e organizado, que facilitará a empresa a desenvolver uma marca de sucesso, principalmente no lançamento de novos produtos.

PUBLICADO POR

Paula Zago

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail