#2011: Marketing de Mídias Sociais no Brasil.

Não tem como falar de retrospectiva e não falar de marketing em mídias sociais, um dos assuntos que mais temos aqui no blog. 2011 foi um ano muito interessante para está área, milhares de empresas começaram a dar mais atenção, diversas novas ferramentas surgiram e o principal, o mercado mostrou que está começando a amadurecer. Sim, está começando e ainda está longe de ser um mercado totalmente maduro. A área de mídias sociais sempre vai ser uma área complicada porque ela parece simples e muitos profissionais acham que fazer qualquer coisa já resolve o problema, sempre vamos ouvir “mas usar redes sociais até eu sei usar“.

Neste ano vimos diversas empresas obterem grandes resultados através do uso de estratégias de marketing em mídias sociais, coisa que víamos antes apenas no exterior. Agora isto está começando a acontecer com bem mais frequência em nosso país. Mas se queremos ser reconhecidos por isto, vamos precisar aprender a lidar com os diversos “sobrinhos” que trabalham por qualquer trocado e acham que apenas fazer uma conta no Twitter é conhecer de estratégias de marketing.

Em 2011 foram lançados diversos livros ótimos sobre a área, vi diversos eventos acontecendo e muitas palestras boas, mas também vi muita “mesmice”, muito “guru” e muita gente falando em “social media“. Veja bem, não que eu tenha preconceito por quem prefira dizer “social media” do que “mídias sociais”, mas o excesso de termos em inglês sempre levantada a suspeita. Muitos eventos, palestras e cursos realizados no Brasil estão falando apenas o básico, dizendo o que a maioria já sabe e está cansada de ouvir.

Para 2012 todos profissionais da área esperam que o uso de mídias sociais como estratégia de marketing seja mais reconhecida pelas empresas, mas eu pessoalmente acredito que precisamos primeiro “profissionalizar os profissionais” desta área para que ela seja realmente reconhecida. Não me espanto em ver tanto preconceito, apesar de isto parecer estar diminuindo, afinal, apenas na minha cidade já vejo muita gente fazendo “qualquer coisa” no Facebook e achando que aquele tempo gasto vai lhe trazer algum retorno, agora imagina o que não tem nas grandes capitais do país.

O mercado vai crescer, mas não apenas por ter mais oportunidade, mas também por se tornar mais exigente com o que está contratando. Independente do que ‘dominar’ 2012, seja Twitter, Facebook ou Google+, o importante é estar atento a como todas estas ferramentas podem ser usadas como estratégia de marketing. E quando digo isso, não me refiro a criar uma conta em cada serviço e usar todas ao mesmo tempo, eu me refiro a saber quando e como é a melhor forma de usar cada uma destas.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail