Você acredita que o email marketing ainda tem espaço em “era das mídias sociais”? Por quê? #postcolaborativo

Na última semana tivemos mais um #postcolaborativo, nossa tentativa de trazer a opiniões dos nossos leitores para dentro do blog. Mas desta vez fizemos um pouco diferente. Ao invés de fazer através de nossa Fan Page e Twitter decidimos fazer apenas entre os assinantes da nossa newsletter.

A pergunta, como você pode conferir no título, foi a relação entre email marketing e mídias sociais atualmente. Ou mais específicamente, “Você acredita que o email marketing ainda tem espaço em “era das mídias sociais”? Por quê? #postcolaborativo“.

Foto via Flickr de 'jwlphotography'

Para Thati Sestrem:

Sim. Por mais que as mídias sociais sejam um canal forte de propagação de iniciativas e conteúdos, o email ainda é um canal de divulgação em potencial, afinal, acessa-lo é um costume quase que diário dos internautas. O que as empresas acabam pecando no email marketing é não realizar um planejamento segmentado. O consumidor acaba recebendo informações diariamente de produtos que nem estão de acordo com o seu perfil.  Um email marketing focado nas características do público-alvo, com pesquisas constante, relevância e apelo comercial com bom senso, acredito sim que possa gerar resultado tanto quanto as redes sociais.

Para ::twitter(“tatianatenuto”,”Tatiana Tenuto”):: :

Do mesmo jeito que o email não morreu, acredito que haja espaço para o email marketing, principalmente quando as mensagens são personalizadas ao gosto e à preferência do consumidor. Esse alcance segmentado nem sempre ocorre nas redes sociais mais populares.

Para Igor Dias

Acredito sim que o email marketing ainda tem espaço!

As redes sociais tem um papel importante, mas o email marketing representa um nicho diferente de contato para eventos, e-commerce ações de divulgação e campanhas internas. Vejo hoje uma questão parecida com o rádio, que com a chegada da internet cresceu e não despareceu como imaginaram, o email ainda é uma ótima ferramenta e pode ser um canal de divulgação “parceiro” das redes sociais!

Para Bruno Cardoso

O e-mail marketingting é uma forma de marketing que pode ligar as pessoas às Mídias Sociais! Ele conecta as pessoas certas, que talvez não estejam conectadas às suas redes sociais, fazendo essa ponte que ajuda totalmente o Marketing Digital! As mídias sociais servem o Marketing digital, e dentro do marketing digital você tem uma série de mídias e processos que precisma estar interligados de forma coesa! É o mesmo que dizer que a mídia online existe sem a Off line ou vice-versa. Elas precisam estar interligadas, conectadas para atingir a todo tipo de público que possa se interessar no seu produto a qualquer hora em qualquer lugar!

O e-mail marketing é uma poderosa ferramenta que sempre foi eficaz e eficiente, quando bem feito! As mídias Sociais costumam atingir um número grande de pessoas, e são talvez o modo mais eficiente de marketing digital, mas para atingir as pessoas certas em curto espaço de tempo, o e-mail marketing costuma “dar o recado”…

 

Na opinião deste que vos escreve no momento, o email marketing tem sim muito espaço, pois em geral, está sabendo se integrar com as mídias sociais, evitando assim que fique obsoleto. Com certeza o uso do email como ferramenta de comunicação pessoal pode perder relevância com a evolução das outras ferramentas e redes sociais que temos disponíveis, mas este ainda é um caminho longo.

O email continua vivo porque você pode ter uma conta no Gmail e enviar uma mensagem para o Yahoo. Ou seja, você não fica dependente de uma plataforma, assim como é em praticamente todas redes sociais. Nesta lista podemos ‘excluir’ o Facebook, que já tem disponível uma forma de receber mensagem de fora da rede social através de um endereço de, adivinha, email!

Pois é, apesar de muitos “gurus” e profissionais da área declarem o email morto em poucos anos, eu acho extremamente equivocado. O email é uma das principais ferramentas no dia-a-dia de qualquer pessoa, é muitas vezes uma das ferramentas de “iniciação na internet” de muitas pessoas, alterar todo um comportamento humano em poucos me parece loucura.

O uso PODE diminuir, mas acho que para isso realmente acontecer as plataformas de comunicação, sejam quais forem, precisam mudar muitas coisas e evoluir as suas integrações também.

E para você? Deixe a sua opinião nos comentários e ajude a montar este #postcolaborativo também!

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail

  • Lógico que tem espaço, inclusive com integração com as mídias sociais. É engraçado como a história dos meios se repete sempre: surge um novo meio de comunicação e todo mundo acha que ele vai substituir os que já existem. Foi assim com todos eles: livros, revistas, jornais, cinema, TV… 

    • Exatamente. É normal a tentativa de substituir as mídias, o que acaba ocorrendo sempre, mas em menor escala.

  • Parabéns pela iniciativa de provocar essa boa discussão. Também acredito no email marketing como ferramenta essencial para campanhas segmentadas. É mais objetivo porque apresenta a mensagem diretamente. Se o destinatário, gostou, lê até o fim e decide se “compra” a ideia ou não. Caso contrário, deleta. 

  • Sim creio que o email mkt tem ainda espaço importante como forma de divulgação, pois atinge de forma direta e personalizada o emissário, sobretudo se o seu conteúdo for de qualidade.

  • O e-mail tem má fama porque foi o primeiro a sofrer com o spam. Hoje, o spam está em todo lugar, em alguns mais do que outros. Atenção a gente não presta em nada mesmo, por isso o webmail não devia perder nem ganhar na disputa com outros meios de divulgação. É mais do mesmo. Para o bem e para o mal.

  • O relacionamento feito por email marketing é totalmente diferente do relacionamento feito em plataformas de mídia social. Se você possuir uma boa base e uma boa ferramenta de CRM, terá em mãos dados valiosos para trabalhar perfis de clientes ou potenciais clientes. 

  • Jo

    Públicos às vezes distintos. Pessoal mais velho, ou menos ‘antenado’ ainda usa muito mais o e-mail do que as mídias sociais. Vejo exemplos tanto em casa como no trabalho.