Publicidade mobile só vai funcionar se tiver conteúdo!

Não é apenas a questão do consumidor ser cada vez mais exigente, mas devemos lembrar que acessar anúncios direto do celular pode ser uma tarefa mais complicado do que consumir publicidade tradicional. Muito mais do que podemos imaginar as vezes.

O universo dos dispositivos móveis está expandido muito rápido aqui no Brasil (como divulgou a Gartner) e as empresas já perceberam, por isto estão correndo atrás das melhores formas de aproveitar esta nova plataforma para estender o relacionamento com os seus clientes utilizando todas mídias possíveis.

Mas o mercado de publicidade mobile com certeza ainda está longe de estar pronto para este mercado que está crescendo. Mesmo as maiores empresas internacionais como a Google e a Apple ainda procuram a melhor forma de explorar os dispositivos móveis como uma boa plataforma de publicidade.

O ::aqui(“http://grupomm.mmonline.com.br/noticias.mm?url=Google_adquire_AdMob__por_US__750_milhoes”,”Google já adquiriu a AdMob”):: e a ::aqui(“http://macworldbrasil.uol.com.br/noticias/2010/04/08/com-o-iad-apple-leva-publicidade-ao-iphone/”,”Apple já lançou o iAd”)::, mas sabemos que nenhuma das plataformas é totalmente eficiente e ainda procuram a melhor forma de levar a publicidade até o consumidor. Mas qual é a fórmula secreta que todos estão procurando para atingirmos o público através destas ferramentas?

Para conseguir fazer o usuário prestar atenção no seu anúncio vamos ter que trazer algo bom mesmo. Como todos já sabemos, se a publicidade não for boa não vamos conseguir nenhum retorno.

Sim, está afirmação parece redundante, porque precisamos sempre procurar a melhor publicidade, mas no caso dos dispositivos móveis precisamos ser muito mais persistentes nesta questão porque esta mídia hoje em dia é muito interativa, não foi criada para expectadores.

Por que precisamos nos esforçar mais?Alguns Smartphones

O usuário que está acessando qualquer conteúdo via smartphone muitas vezes esta conectado pela conexão de dados 2g ou 3g (e em alguns lugares do mundo o 4g) e isto pode tornar a navegação mais lenta, mais seletiva e geralmente mais rápida.

Nós sabemos que nenhum de nós vai gastar o nosso plano de dados clicando em um banner qualquer. Sempre vamos levar em conta que ele vai demorar para abrir ou há alguma chance de não vai estar adequado para visualização mobile (sim, isso acontece).

Como deve ser esta publicidade móvel para ser mais eficiente?

Desculpe, na essa questão é muito complexa e se eu realmente soubesse estaria ganhando milhões vendendo uma startup para o Google (#haha). Como toda esta área da comunicação não existem respostas prontas, mas sempre há indicações dos melhores caminhos, como sempre tentamos mostrar aqui no Midiatismo.

Ficar por dentro das tendências e entender como as pessoas utilizam os seus aparelhos são os primeiros passos para conseguirmos criar campanhas de dispositivos móveis mais eficientes.

3 dicas básicas para você começar a pensar em publicidade mobile:

  1. Faça algo interativo, abuse do engajamento;
  2. Seja rápido, leve, acessível e fácil de usar;
  3. Lembre-se que existem vários sistemas e aparelhos, saiba lidar com isto;

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail