O que é B2B, B2C, C2C, B2G, B2E e o que isso tem a ver com mídias sociais?

De forma simples, B2B, B2C, C2C, B2G e B2E são nomenclaturas para definir qual é o tipo de estratégia de comunicação que uma empresa utiliza para fazer negócios. Em tradução livre do inglê para o português, podemos considerar o seguinte: B2B (business to business) seria “empresa para empresa”; B2C (business to consumer) seria “empresa para consumidor”, C2C (consumer to consumer) seria “consumidor para consumidor”, B2G (business to government) “empresa para governo” e B2E (business to employee) “empresa para funcionário”.

Note que o uso do número 2 é usado frequentemente para substituir o “to” (para), pois em inglê escrevemos two.

Vamos ver na práticas e com exemplos de redes e mídias sociais que utilizam esses conceitos de comércio para entender um pouco melhor como funciona cada uma dessas siglas no dia-a-dia.

B2B nas mídias sociais:

Existem diversas redes sociais focadas em B2B, mas as empresas podem utilizar ferramentas “tradicionais” da web como uma fan page no Facebook, perfil no Twitter ou mesmo um blog com a estratégia B2B.

As mídias sociais desse grupo tendem a ser voltadas ao relacionamento entre as empresas com o objetivo de abrir espaço para novas parcerias, novos fornecedores e novas alianças. A linguagem deve ser diferente, geralmente mais formal e técnica.

Atualmente no Brasil temos um grande exemplo de rede social focada em B2B, o Empreendemia. Uma rede social de “troca de cartões de visita” focada na procura de fornecedores e empresas em segmentos específicos.

Pense nas estratégias de B2B como pensaria em uma reunião de negócios com seus fornecedores ou parceiros.

Também já trouxemos aqui através de uma análise de case o blog Pensando Grande, da Microsoft Brasil, um bom exemplo do uso desta mídia social para b2c. Você pode conferir este texto através do link: (Como fazer um blog corporativo?).

Você também pode ver mais informações sobre blogs corporativos através desta tag: blogs corporativos

B2C nas mídias sociais:

A estratégia mais comum de B2C é o uso de mídias sociais como redes sociais e blogs com o objetivo de relacionamento com o consumidor final. É a forma mais comum. Qualqer empresa que crie uma página no Facebook está criando um canal de comunicação B2C (empresa para consumidor), por exemplo.

Estão crescendo o número de blogs corporativos e cada vez há melhores exemplos do uso desta estratégia disponíveis no mercado. O crescimento do Facebook no Brasil trouxe milhares de empresas para dentro da rede social, criando fan pages corporativas focadas no consumidor final.

Poderíamos citar milhares de exemplos aqui, como o blog do Playstation da Sony, com versões em português e inglês ele traz dicas sobre os seus produtos, oferta e fala dos últimos lançamentos da plataforma. Podemos citar qualquer fan page famosa, como da fan page da Coca-Cola no Facebook.

C2C nas mídias sociais:

O uso das mídias e redes sociais para o C2C pode se dar através de várias formas. O melhor exemplo para ilustrar uma mídia social que utiliza esta estratégia são os sites de leilões, como Mercado Livre e Ebay, onde os usuários são vendedores e compradores ao mesmo tempo. A empresa participa apenas no processo de ajudar, facilitar e intermediar as transações entre os usuários.

B2G nas mídias sociais:

O B2G seria toda a comunicação ou estratégia de venda focada em governo. Muitas empresas vivem apenas de licitação, ou seja, participam de editais do governo para conseguir gerar negócios. Estas empresas oferecerem serviços específicos e, por mais que tenham negócios com outras empresas privadas, podem ter o governo como o seu principal cliente.

A comunicação business to government é bem específica e geralmente vai se dar por mídias como o email marketing, direcionando ele para prefeituras, por exemplo. Podem existir uso de páginas no Facebook, sites e blogs focados neste mercado, mas são mais restritos.

B2E nas mídias sociais:

Este tipo de comunicação é presente dentro das organizações e tem relação direta com o uso de ferramentas de intranet (internet local) para compra e pedido de materiais internamente.


É interessante lembrar que todas estas estratégias de comunicação convivem em conjunto, pois empresas lidam com diferentes tipos de clientes em diferentes momentos. A empresa pode ter uma estratégia de comunicação focada no consumidor final e ao mesmo tempo manter negócios business to business em paralelo.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail