Minha Pequena Marca no Facebook

Este é a primeira publicação do Minha Pequena Marca na Web, um projeto para ajudar pequenos negócios a usarem as ferramentas digitais de forma mais eficiente. Não há como falar de pequenas empresas dentro da internet sem citar o Facebook, hoje a principal rede social do Brasil. Redes Sociais deste nível não são mais exclusividade de jovens, nossos país estão usando esta ferramenta e portanto podemos dizer que o público alvo de qualquer negócio tem que pelo menos pensar na possibilidade de ter uma página no Facebook.

Criar uma página no Facebook, também chamada de fan page, é fácil e gratuito. O único custo que envolve o uso de Facebook por marcas são os anúncios (falaremos deles mais adiante), que são opcionais, e caso você opte por terceirizar o gerenciamento da página, pode pagar alguém para cuidar da página para a sua marca para você.
Notice: WP_Query foi chamado com um argumento que está obsoleto desde a versão 3.1.0! caller_get_posts está depreciado. Utilize ignore_sticky_posts no lugar. in /home/midiatismo/www/wp-includes/functions.php on line 4023

Eu já tenho um perfil da minha empresa, não serve? Não. Já respondemos diversas vezes essa pergunta, inclusive há um post sobre o assunto. Páginas foram feitas para marcas e perfis para pessoas. Uma marca que usa um perfil pode ter sua conta deletada e perder todos os seus amigos/fãs. Então procure fazer correto, isso evita futuras dores de cabeça. Caso já tenha um perfil e queira transformar em página, leia atentamente este nosso outro post.

Já tem uma página no Facebook? Clique aqui. Se a sua empresa ainda não tem uma página no Facebook, você pode acessar este link (você vai precisar de uma conta no Facebook para criar uma fan page). Neste link você encontra a página abaixo, onde você define a qual categoria pertence a sua página.

categorias-fan-page-facebook-ok

Após selecionar a categoria a qual a sua marca pertence, você terá que responder algumas informações básicas. A grande maioria das marcas irá se encaixar em “Negócios Locais/Locais“, onde você terá que definir uma categoria de negócio, o nome da empresa, endereço e telefone. O segundo passo é escrever um pouco sobre a sua empresa – é recomendável que seja algo claro e objetivo, no máximo um parágrafo. Nesta etapa você também definira o endereço da sua marca no Facebook, no caso do Midiatismo, nosso endereço é www.facebook.com/midiatismo. Defina o endereço de forma que seja fácil as pessoas lembrarem e cuidado, este endereço não pode ser alterado depois.

Se você terminou de criar a sua página ou já possui uma, agora está na hora de pensar em como as pessoas estão vendo ela.

Quando alguém acessa sua página no Facebook, as duas primeiras informações que ela verá serão a sua foto de perfil, também chamado de avatar, e a sua imagem de capa, também conhecida por cover image. É fundamental que estas duas informações tenham uma boa qualidade visual. Geralmente o seu avatar será a marca de sua empresa e a imagem de capa algo convidativo a conhecer mais o que a sua marca tem para dizer.

Uma dica importante. Olhe o Facebook de grandes marcas e veja como eles utilizam o espaço da imagem de perfil e a imagem de capa. Quanto mais atrativo, melhor. E não pense que estas imagens ficarão para sempre, uma boa ideia é periodicamente alterar a imagem de capa ou mesmo o avatar, aplicando a sua marca de diferentes formas.

O que você vai colocar na imagem de capa pode variar conforme o tipo de estabelecimento que você tem. Você tem um bar ou restaurante? Coloque uma foto do espaço de dentro. Você tem uma loja de roupas? Coloque uma foto da sua vitrine. Você vende artesanato? Coloque algumas fotos de seu trabalho. O importante é usar a criatividade, sempre.

A qualidade da imagem de capa reflete diretamente a qualidade do seu negócio, portanto, procure tirar fotos legais, não apenas para a imagem de capa, mas para qualquer fotografia que for publicar dentro da rede social. Se você conhece alguém que tire boas fotos, peça ajuda ou algumas dicas de como tirar uma foto mais agradável ao público. Se você está lendo este blog, pode abrir uma nova aba do navegador e pesquisar por “dicas de fotografia”, enfim é a sua marca que está em jogo, represente ela da melhor forma possível.

Se você pretende gerenciar a sua própria página no Facebook, aprender a tirar boas fotos é essencial.

Ok, tenho uma página e está bem configurada. Qual é o próximo passo? Produzir conteúdo!

Parece fácil, mas a produção de conteúdo é o coração da página e ao mesmo tempo, uma tarefa muito difícil. Antes de publicar qualquer coisa, leia e responda estas três perguntas:

  1. Porque eu sigo outras marcas no Facebook?
  2. O que eu posso oferecer aos meus fãs?
  3. O que meus concorrentes estão fazendo?

Entramos no Facebook para conversar com os amigos, ver as fotos daquele colega de trabalho, curtir os comentários de colegas da infância e ver fotos da viagem da sua tia. Quem entra no Facebook para interagir com marcas? Pois é, esse é um obstáculo para quem trabalha nesta área. Para produzir conteúdo, você precisa pensar como consumidor de conteúdo também.

Saber o que você tem a oferecer e o que os seus concorrentes estão oferecendo, pode lhe ajudar a definir o que será publicado, como será publicado e como interagir com os seus clientes dentro desta ferramenta.

Para pequenas marcas, uma das principais utilidades desta ferramenta será interagir com clientes e anunciar novidades. Esta estratégia pode variar conforme a necessidade de cada negócio, marca ou serviço, mas lembre-se que toda rede social está fundada no pilar da interação social, portanto, é importante interagir com os clientes, respondendo comentários quando houver e dando espaço para as pessoas interagirem com a sua marca.

Quando você tem um pequeno negócio, valorizar a opinião dos clientes é fundamental.

Uma dica para produzir conteúdo. Defina um roteiro básico inicial. Liste coisas que você pode publicar que sejam interessantes para os seus fãs e mantenha uma periodicidade fixa. Por exemplo, postar pelo menos um comentário sobre algo relacionado ao seu mercado uma vez por semana. No começa é difícil, depois você se acostuma. Lembre-se que as pessoas gostam de imagens, portanto fotos do seu estabelecimento ou do seu produto podem ter mais resultado que publicar links de notícias.

Para qualquer marca dentro do Facebook é fundamental se manter ativo, sempre publicando algo relevante, e não ter medo de testar diferentes tipos de publicações. Poste comentários, notícias, fotos, vídeos e veja quais dão mais retorno e quais tipo de publicação tem mais interações. Faça perguntas, abra discussões, seja o mais aberto a interações possível. Quanto mais o público interagir com a sua página, mais pessoas irão ver a sua publicação.

Quando você tem um pequeno negócio, valorizar a opinião dos clientes é fundamental. Utilize o Facebook para abrir espaço e ouvir feedback de seus clientes. Mesmo que alguns reclamem, procure ouvir e melhorar o seu negócio com isso. Estão reclamando do atendimento? Da qualidade do produto? Talvez seja melhor ouvir essas reclamações do que fingir que elas não existem.

Um cliente ficou feliz com o que você vendeu? Peça um depoimento e poste em sua página. Tire uma foto com o cliente. Seja criativo. Ao fazer as pessoas participarem mais da sua página, faz com que elas se sintam parte daquilo e voltem a consumir o seu produto com maior satisfação.

Devo investir em post patrocinado? Essa é uma pergunta muito comum e a resposta é simples. Sim, se possível. Talvez você não saiba ou nunca tenha percebido, as publicações das páginas atingem apenas uma pequena porcentagem dos fãs daquela página. Por que isso acontece? O Facebook usa um algoritmo chamado “Edge Rank“, que define a relevância de cada publicação para cada pessoa. Quanto mais interações há entre a página e cada usuário, maiores serão as chances de uma publicação daquela página aparecer na pagina inicial do Facebook daquele usuário.

Portanto que é importante haver interações com os seus fãs, isso ajuda a sua página a aparecer para mais pessoas. Mas por que pagar então? O ato de “impulsionar” publicações, como o Facebook chama, é pagar para que uma porcentagem maior de pessoas receba aquela publicação. Quanto mais você pagar, mais pessoas irão ver.

E como defino quanto gastar com o Facebook? A resposta para essa pergunta vai depender de quanto você quer investir em comunicação. Quanto mais, melhor, mas você também deve avaliar o retorno que aquilo trás para a sua marca. Para começar, minha recomendação é investir um valor fixo por mês e dividir ele entre todas as publicações que você fazer – busque investir nas publicações que você considera mais relevantes.

Caso vá fazer anúncios com as suas publicações, lembre-se da regra de 20% de texto. O Facebook limita qualquer anúncio de imagem a ter no máximo 20% de texto, para evitar anúncios invasivos ou que possam ser considerados spam.

Ao invés de investir em anúncios do Facebook, é legal oferecer algo diferenciado para quem interagir com a sua marca dentro do Facebook. Se você vende um produto ou serviço, faça uma promoção oferecendo 10% de desconto para quem adquirir através do Facebook, por exemplo. Se o seu cliente ver que acompanhar o seu trabalho no Facebook será vantajoso para ele, maior será a interação e, a longo prazo, maior será o número de interações.

Aplicativo do Facebook para gerenciar página no Android

Para ajudar no seu trabalho de gerenciar a página, você pode usar o aplicativo oficial do Facebook para gerenciar páginas, disponível para Android e disponível para iPhone e iPad.

Existem dezenas de ferramentas úteis para gerenciar uma página no Facebook, como o Buffer (buffer.com/) que faz sugestão de horários para publicações e ajuda você a agendar publicações ao longo da semana.

Qual é o momento de pagar alguém para cuidar da minha marca no Facebook? Essa é simples. Se você acha que a sua presença no Facebook está trazendo algum retorno financeiro para o seu negócio, procure investir em profissionais que podem fazer esse retorno ser ainda melhor.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail


Notice: get_currentuserinfo está obsoleto desde a versão 4.5.0! Use wp_get_current_user() em seu lugar. in /home/midiatismo/www/wp-includes/functions.php on line 3831