As Redes Sociais Vendem?

As ::tag(“redes-sociais”, “redes sociais”):: são uma boa ferramenta de marketing para uma empresa, mas, ao ler a pergunta: As Redes Sociais Vendem? Você pode questionar, e dizer que o foco das redes sociais não é a venda e sim a comunicação (interação) com o os clientes e potenciais clientes do seu negócio. Essa é uma questão na qual eu concordo totalmente e tenho tido ótimos resultados com essa forma de trabalho. Mas, elas vendem ou não?

Confira também: Participe você também!

Vende-se nas redes sociais

As redes sociais podem ser usadas de diversas maneiras por uma empresa, sites, blogs e por pessoas que não têm um objetivo ”comercial” envolvido. Vejamos:

Empresas

As empresas podem ter como objetivo, ao aderir as redes sociais, de fazer um atendimento rápido aos seus clientes, de monitorar as suas marcas, com o intuito de antecipar alguns fatos indesejáveis ou até mesmo de servir de termômetro de como sua marca/produto está posicionado e sendo vista pelo mercado, de interagir com o seu público alvo, com promoções, concursos, sorteios, conversas, participações em discussões onde o tema esteja relacionado a um assunto que esteja ligado a sua empresa ou em qualquer outra forma de interação.

Sites e blogs de conteúdo

Já os sites e blogs de conteúdo têm pontos que se assemelham aos objetivos das empresas, diferenciando no fato que o produto “vendido” é o conteúdo (artigos, post, vídeos…) gerado, que, assim como um produto físico ou uma prestação de serviço, deve ser de qualidade e diferenciará um site/blog bom de um ruim, um de sucesso e um fracassado. Mas, para os sites a interação com o público também é fundamental.

Público em geral

As pessoas, diferentemente das empresas, site ou blogs têm diversos objetivos ao usar as redes sociais, podendo ser para descontrair, passar o tempo, divertir, conversar com os amigos, fazer o Network e muitas outras coisas que variam de acordo com o tempo disponível de cada ou da criatividade para uso dessas plataformas.
Agora você deve estar se perguntando, por que o título desse artigo é: As Redes Sociais Vendem? E não algo como: A importância da interação nas redes sociais. Mas, fiz essa introdução para responder: As Redes Sociais Vendem ou não Vendem?

Para empresas, sites, blogs ou público em geral as redes sociais vendem, mas não da forma direta, as vendas nas redes sociais ocorrem de forma indireta. Abaixo mostro como cada um vende o que tem a oferecer nessa ambiente social.

Como é com as empresas?

As empresas vendem seus produtos de várias formas, sendo que ela vende a partir do momento que você começa interagir com seus seguidores, oferecer conteúdo significante, que os direcionem para seu site ou que fortaleçam sua empresa, também quando você cria novidades que gerem uma maior visualização da sua marca, seja com vários RT no twitter, pelo compartilhamento de informações ou pelo botão curtir no Facebook ou em uma discussão em comunidades no ::tag(“orkut”,”Orkut”)::.

As vendas são apenas consequências da interação da sua empresa/marca com o seu público. Tenho tido resultados bastante favoráveis com as redes sociais: ::tag(“facebook”,”Facebook”)::, ::tag(“twitter”, “Twitter”):: e ::tag(“orkut”,”Orkut”)::, e vendido muito, sem em nenhum momento precisar de divulgar os produtos da empresa, apenas conversando com o público.
São várias as vezes que me deparei com vendas provenientes dessas redes, sem mesmo precisar ter contato direto com o comprador, visto nos relatórios do Google Analytics (ferramenta gratuita que permite análises do seu site). Em outros casos tivemos vendas onde o seu início começou nessas plataformas, mas, depois continuamos por outros meios (e-mail, telefone, chat..)

E com os sites e blogs?

Os sites e blogs da mesma forma que a empresa precisam interagir com o seu público, mas o foco não é a venda de produtos e sim de publicidade ou outros meios (ex. e-book com dicas) que o rentabilize, sendo o ponto principal angariar visitantes ao seu site para vender a publicidade seja ela por meio de programa de afiliados ou por venda de pacotes publicitários para empresas.

Assim, da mesma forma que uma empresa, seu site terá que estar sempre em contato com seu nicho e gerando conteúdo de qualidade, que na verdade a primeira coisa que você terá que vender é o seu conteúdo, o título nesse ponto é de fundamental importância, pois é a porta de entrada para o conteúdo.

Até aí tudo bem, mas, uma pessoa, o que elas venderia?

Com essas mudanças na internet e devido a grande influência da web 2.0 as empresas estão contratando e analisando as pessoas nas redes sociais, assim, as pessoas também “vendem” a sua marca pessoal (Marketing pessoal) para as outras pessoas ou empresas. Uma rede social muito usada para isso é o ::tag(“linkedin”, “LinkedIn”)::.
Mas se você já está empregado ou não está a procura de um emprego, fica a dica, continue vendendo sua marca pessoal e fique atento ao que fala nas redes, pois, já tiveram pessoas que foram demitidas por causa de comentários deixados na web ou não foram contratadas por participarem de determinadas comunidades no Orkut. Eu, como empresa, não iria querer contratar uma pessoa que participa de uma comunidade, por exemplo, que diz “Eu sou muito preguiçoso”.

Fonte

Escrito por Ricardo Euclydes Nazar Autor do blog do Venderon.blogspot.com.

PUBLICADO POR

Ricardo Euclydes Nazar

Fundador do Blog Cia do Marketing. Formado em Adminsitração pela Universidade Federal de Viçosa e em Ciências contábeis já atuou prestando consultorias para empresas no Estado do Amazonas e ministrando cursos em diversas áreas, há alguns anos atua como Gerente de Marketing e Vendas em uma empresa de TI do parque tecnológico de Viçosa-MG.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail

  • Thiago de Assis

    Olá Ricardo

    Muito interessante sua visão sobre:

    "empresas vendem seus produtos de várias formas, sendo que ela vende a partir do momento que você começa interagir com seus seguidores(…)"

    Acho que isso mesmo. Todas as interações e posições adotadas pelas empresas na web acabam influenciando a percepção dos consumidores sobre a mesma. É uma pena que muitas empresas ainda não perceberam isso e com isso apresentam desempenho pífio na Web (Atendimento lento, conteúdo de baixa qualidade, descaso com consumidores, etc)…

    Abs
    Thiago de Assis

  • Luciano

    Estava olhando as respostas e ao mesmo tempo pensando em como algumas empresas estão custando para entender o valor das mídias sociais, além de troca de informação e visisbilidade, já é uma grande fonte de negócios.

  • Vejo nas redes sociais o potencial de promover como em nenhuma outra mídia o relacionamento entre empresa e clientes.

    Trabalhei por um tempo como consultora de vendas, onde pude ver que ter um bom relacionamento com as pessoas propicia negócios. De forma natural e gradativa, se não formos interesseiros e sim interessados no cliente, podemos ganhar a sua confiança e assim que ele decidir fechar um negócio, certamente será com a pessoa em que ele mais confia.

    Quem não vê esse potencial nas redes sociais, das duas uma: ou não entendeu a dinâmica dessas ferramentas no meio digital, ou desconhece práticas fundamentais para um bom atendimento e de relacionamentos para prospecção e aumento nas vendas.

    Muito bom o post!
    😉
    @danielamattos

  • Ótimo artigo!
    Muitos confundem uma venda venda instantânea e um trabalho para venda. Creio que as redes sociais proporcionam um ciclo completo de venda para empresas e pessoas, desde o pré até o pós venda. A questão é que muito só pensam no retorno imediato, não considerando no retorno do cliente daqui a algum tempo. As redes estão ai exatamente para isso, para ajudarmos os cliente nas suas necessidade e agregarmos valor para eles e não simplesmente fazer deles um comprador único. Temos que olhar as redes sociais com uma visão a longo prazo. Temos que deixar as pessoas com a melhor opinião sobre o negócio para que ela recomende, curta, retweet e comente sobre ele positivamente.