App.net quer ser a rede social paga que não usa comercialmente as suas informações

Um dos destaques desta semana foi o App.net, um serviço que arrecadou mais de 1 MILHÃO DE REAIS através de seu projeto no Kickstarter. O “feed social em tempo real sem anúncios” é uma aposta de Dalton Caldwell (que já passou pelo PicPlz) para um mundo onde uma rede social não coloca o usuário como produto.

Essa discussão é longa, lembra aquela tirinha. “Se é de graça, é porque o produto é você!

No Facebook, nós somos o produto.

O fundador da App.net lembra que atualmente não temos muitas opções, apesar de existirem várias redes sociais gratuitas, a grande maioria delas é baseada no sistema de venda de espaços publicitários. Ou seja, é gratuito, mas você é obrigado a aceitar a publicidade.

Essa novidade também me lembrou de um post de 2010, onde falamos sobre uma pesquisa que trouxe justamente essa questão. Pagar pelo serviço ou aceitar a publicidade? Na época, a pesquisa mostrou que a maioria preferia pagar a aceitar a publicidade. Aproveitei o post para fazer uma pesquisa informal. O resultado? Praticamente todo mundo disse que prefere aceitar qualquer publicidade a ter que pagar por algo.

Eu imagino que alguns anos atrás um serviço como o App.Net não daria certo, mas agora parecem ter chamado atenção de bastante gente. Será que após tantas invasões de privacidade, dados roubados, vidas expostas… as pessoas mudaram de opinião?

Essa realidade aponta mais um problema para o futuro da publicidade. Será que os usuários vão aceitar para sempre?

Pesquisa encerrada:

  • Prefiro pagar pela rede social (55%)
  • Prefiro redes sociais baseadas em publicidade (45%)

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail