3 tendências do Marketing Digital que você deve estar ligado.

Tendências podem ser as percepções que os especialistas tem sobre o futuro, próximo ou não, que no nosso caso é relacionado ao marketing digital e as mídias sociais. O objetivo de estar ligado nas tendências e saber quais as ferramentas estão crescendo e estar preparado para o caminho que o mercado esta seguindo e tentar, preferencialmente antes da concorrência, utilizar corretamente estas tendências.

Neste texto eu trago 3 tendências para o mercado do marketing digital. Estas 3 tendências já estão correndo e vão apenas ser potencializadas com o tempo, todos apostam que estas vão continuar a crescer e os profissionais devem estar preparados.

Mobilidade, conectados em qualquer lugar.

O crescimento do número de celulares e smartphones é exponencial em todo mundo. Na medida em que estes aparelhos se tornam mais baratos e acessíveis, cresce o número de usuários., aumentando o mercado para aplicativos, websites e mídias sociais voltadas a realidade mobile.

Assim, da mesma forma que os aparelhos, as empresas de telecomunicação investem em melhores serviços e aos poucos o acesso a internet por dispositivos móveis através das redes “2G”, 3G e em breve 4G se tornam mais barato e acessível a toda população em todos os lugares.

Cada vez há mais ferramentas utilizando as conexões móveis para estarem online. São celulares e hoje começam a crescer a procura de smartphones com seu principal uso ligado as redes sociais e mídias sociais diversas. Podemos ver empresas como a Vivo, Claro e Time investindo em oferecer smartphones baratos e diversos pacotes relacionados ao uso da linha 3G. Também não podemos esquecer-nos de mencionar o uso da rede 3G em notebooks e principalmente agora em netbooks e no crescente mercado de tablets, como Ipad e Galaxy Tab.

Então independente do que esteja em seus planos, considere que o poder da mobilidade já está aí, só falta se difundir totalmente através da evolução e acessibilidade das tecnologias ligadas a ela. A 5 anos atrás Notebooks eram extremamente caros, hoje vemos este aparelho em praticamente qualquer lugar, os tablets e smartphones provavelmente são os próximos.

Tendẽncia. Para onde o marketing digital ta indo.

Sociabilidade, o poder da comunidade.

As mídias sociais são a bola da vez, consideradas a causa da revolução que transformou a web em web 2.0 e modificou o modo como as pessoas se comportam dentro da web e aos poucos dentro da sociedade também. Quando falamos em comunidade não estamos pensando apenas em uma rede de pessoas, como uma rede social, estamos construindo, através da sociabilidade, uma estrutura de retroalimentação, onde todos se unem em torno de um objetivo que vai beneficiar diversos outros. Alguém começou com tudo e junto com toda comunidade para transformar a sua criação em algo melhor.

As pessoas estão criando coisas todos os dias e vemos estas coisas sendo distribuída gratuitamente. O WordPress é assim, o Linux é assim, isso funciona. A internet abre espaço para as pessoas fazerem parte do que elas gostam. Os consumidores deixaram de ser apenas consumidores para, através da socialização, fazer parte daquele produto e modificar pra si e todos os outros que partilham dos mesmo gostos. O que estas pessoas querem em troca? Reconhecimento por sua ajuda e um produto ainda melhor.

Se tornar mais social é saber ouvir os seus clientes. Veja bem, não estou dizendo que sua empresa deva abrir tudo que tem e ser o próximo Linux, ela deve apenas saber ser transparente e saber ouvir o consumidor. A internet trouxe para essas pessoas o poder de interação e elas querem interagir, participar, reclamar e principalmente, serem ouvidas e respondidas. Ninguém mais é consumidor passivo, estamos consumindo o seu produto, ninguém melhor do que nós consumidores para dizer o que estamos procurando.

Segmentação, foco nos grupos.

Este é um ponto que afeta a comunicação como um todo, não apenas no Brasil, não apenas no online ou offline. O crescente número de redes sociais focada em pequenos grupos mostra que há uma grande procura por ferramentas e produtos voltados a um grupo. Já faz algum tempo que os profissionais de comunicação começaram a não pensar apenas em mídias de massa e mídias tradicionais. A busca por uma comunicação com mais qualidade fez com que está área começasse a se preocupar mais com quem recebe a mensagem do que quantos a recebem

No mercado de redes sociais não segmentadas, por exemplo, você teria que combater redes sociais muito fortes como o Orkut, pelo menos aqui no Brasil e o Facebook, que cresce rapidamente em todo o mundo. Acredito que já estamos em uma época que toda ação deve ser pensada em nichos de mercado, qualquer ação generalizada pode não atingir nenhum público e qualquer tentativa de criar um produto ou serviço generalizado já começaria com concorrentes muito fortes.

PUBLICADO POR

Dennis Altermann

Fundador-Editor aqui no blog Midiatismo, trabalhando com marketing digital na DuPont Pioneer do Brasil. Entusiasta e estudioso nas áreas de comunicação, cultura, comportamento e tecnologias digitais.

Novidades e atualizações, direto em seu e-mail

  • Marketing digital sem tais características não é marketing digital!

  • Seu site é muito bom. Sou estudante de PP e cada vez mais me interesso pela comunicação na web. Um bom exemplo de segmentação no Brasil é o site Skoob, que é uma rede social para leitores.

    E assim como eu estou fazendo, uma pessoa que goste de determinado “serviço” vai repassá-lo a outros que ela conheça e que dividam o mesmo gosto. Afinal a primeira fortma de divulgação foi o boca a boca.

    Não dá para não segmentar hoje em dia.

    • Que bom que goste, sempre bom ouvir isso.

      Conheço o Skoob e, como podemos notar no texto, acredito muito nas redes sociais segmentadas, faz parte de uma evolução lógica das redes sociais; ^^

  • Andre

    Muito boa a materia!
    Com certeza a era Mobile esta cada vez mais forte no mundo e cabe as empresas se adaptar a nova era, ou não.
    Vejo ainda que muitas empresas não veem com esses olhos a criação de uma pagina Mobile, mais creio que isso seja questão de tempo, assim como foram com as Midias Sociais. Em pouco tempo uma pagina Mobile será obrigatoriedade em uma empresa!

    Parabens pelo post!

    André
    http://www.midiasocialpost.com

    • Na velocidade em que crescer o universo mobile, não vou me espantar se em poucos meses as empresas serem literalmente obrigadas a ter um site amigável para dispositivos móveis.